Publicidade

Inmet alerta para "grande perigo" no RS; nível do Guaíba sobe

Por| Editado por Luciana Zaramela | 23 de Maio de 2024 às 12h06

Link copiado!

 Inge Maria/Unsplash
Inge Maria/Unsplash

Nesta quinta-feira (22), as fortes chuvas e tempestades voltam a acontecer no Rio Grande do Sul, afetando a região metropolitana de Porto Alegre. Devido ao volume de água esperado e ao alerta de “grande perigo” do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), é possível que ocorra o repique da cheia do lago Guaíba, associado com as enchentes na capital. Já há indícios de elevação do nível.

No total, o Inmet emitiu quatro alertas meteorológicos para o Sul do Brasil, sendo dois vermelhos de “grande perigo” devido ao acumulado de chuvas. Além disso, foram emitidos dois laranjas de “perigo” por causa das tempestades. A situação deve se estender, em partes, até o final de semana. 

Em nota, a Defesa Civil do Rio Grande do Sul alerta a população para a ocorrência de “chuva intensa, com risco de alagamentos, ventos fortes e descargas elétricas”. 

Continua após a publicidade

Chuvas no Rio Grande do Sul

A nova onda de chuvas que afeta o Rio Grande do Sul, de forma mais acentuada entre quinta e sexta-feira (24), é provocada pela passagem de uma frente fria associada a uma forte massa de ar frio de origem polar. 

Em paralelo, está prevista a formação de um ciclone extratropical no oceano, na altura da costa gaúcha. Segundo o Inmet, o fenômeno “acentuará o contraste térmico entre o vento quente e úmido de norte e o ar frio de sul, intensificando as tempestades e também aumentando os volumes de chuva previstos”. 

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Também são esperadas rajadas de vento acima dos 80 km/h e queda de granizo em algumas áreas do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, durante esse período.

Entre terça e sexta, o acumulado total de chuvas pode superar os 100 mm em áreas do RS. "Novos transtornos, portanto, são possíveis em função da forte instabilidade que é prevista”, pontua o instituto.

Queda nas temperaturas em Porto Alegre e geadas

Acompanhando a volta das chuvas, os termômetros caem em Porto Alegre. As temperaturas mínimas devem ficar abaixo dos 10 °C a partir da sexta-feira, e o frio vai se prolongar por todo o final de semana. Em alguns pontos do estado, também há risco de geadas. 

Continua após a publicidade

Enchentes e inundações do Guaíba?

Com as chuvas previstas, a equipe da MetSul Meteorologia alerta para um possível “repique de cheia do Guaíba e condições perigosas de navegação e nas margens da Lagoa dos Patos entre esta sexta-feira e o sábado por conta de vento muito forte a intenso na lagoa”.

Com isso, áreas que estavam sendo drenadas podem voltar a alagar, dependendo das condições e da intensidade das chuvas e ventos fortes. Hoje, algumas bombas de sucção trabalham para impedir os alagamentos em áreas mais críticas, como em Porto Alegre e em Canoas. 

Continua após a publicidade

Nas últimas 5 horas, o nível do Guaíba já subiu 14 cm, ficando próxmo dos 4 m, segundo a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA). Se as previsões meteorológicas se confirmarem, o número deve novamente se elevar. Enquanto a altura for superior a 3 m, a situação continuará a ser de inundação.

Alerta da Defesa civil

Para evitar acidentes com a volta das chuvas, a Defesa Civil do RS recomenda que as pessoas retirem “eletroeletrônicos da tomada durante os temporais, e fechem bem portas e janelas”.

Neste momento, a população deve se manter informada junto à Defesa Civil e ainda precisa evitar áreas de risco. Em caso de necessidade de locomoção, não se deve atravessar alagamentos a pé ou de carro. Para emergências, o melhor a se fazer é ligar 190 ou 193.

Continua após a publicidade

Até o momento, a tragédia no Rio Grande do Sul já provocou 162 mortes. No momento, 75 pessoas estão desaparecidas e 806 ficaram feridas. No total, 2,3 milhões de pessoas foram afetadas de alguma forma.

Fonte: Inmet, Defesa Civil e MetSul