Apple vs Samsung: briga de patentes custa mais que investimento em pesquisas

Por Redação | 09.10.2012 às 08:35

O The New York Times divulgou alguns dados que mostram que duas gigantes da tecnologia, Google e Apple, têm gastado mais dinheiro com brigas relacionadas a patentes do que com pesquisas para o desenvolvimento de novos produtos.

Os gastos no setor de tecnologia com processos são realmente espantosos. Para se ter uma ideia, apenas na indústria de smartphones, de acordo com uma análise da Universidade de Stanford, cerca de US$ 20 bilhões (quase R$ 40 bi) foram gastos em litígios e compras de patentes nos últimos dois anos. Com esse valor, seria possível realizar oito missões como a Mars Rover, que levou a Curiosity para Marte.

A Apple, que se auto-intitula como um sinônimo de inovação, gastou pouco menos de US$ 3 bilhões em pesquisas e desenvolvimento em 2011, e deve gastar cerca de US$ 4 bilhões neste ano. Porém, isso ainda é menos do que a empresa da maçã gastou com suas disputas de patentes.

Em uma conferência de tecnologia que aconteceu este ano, o CEO da Apple, Tim Cook, disse que as batalhas de patentes não tinham diminuído a inovação na empresa, mas reconheceu que alguns aspectos das batalhas tinham "se tornado meio loucos".

Samsung vs Apple

A Apple já entrou com ações contra três empresas - HTC, Samsung e Motorola Mobility. Agora chegou a vez do Google. "Acho que eles não querem colocar um ponto final. Enquanto todos estiverem distraídos com esses processos, o iPhone continua vendendo", disse uma fonte anônima do Google para o The New York Times.

É extremamente importante que as empresas registrem patentes para proteger a propriedade intelectual, e dentro da indústria da tecnologia elas são uma maneira de justificar o gasto exacerbado em novos produtos. Porém, algumas patentes são tão amplas que permitem que seus detentores reivindiquem a propriedade de produtos que não estão necessariamente relacionados ao seu. Muitas vezes, as empresas são processadas por violar patentes que nunca souberam que existam.

Tudo isso parece um círculo vicioso. Por exemplo, depois do fim da novela Apple vs. Samsung - que acabou com a coreana desembolsando cerca de R$ 2 bilhões pela violação de patente -, a situação se inverteu e agora é a Samsung quem está processando a empresa da maçã por cópia no iPhone 5.