O que é DNS? | Trocá-lo pode ser a solução

O que é DNS? | Trocá-lo pode ser a solução

Por Matheus Bigogno Costa | Editado por Bruno Salutes | 29 de Junho de 2022 às 16h00
Montagem: Matheus Bigogno/Canaltech

Apesar de um conceito amplamente difundido, pode ser que você não saiba tanto sobre ele e queira entender melhor o que é DNS. Pensando nisso, separamos essas e outras informações para você. Confira nas linhas abaixo!

O que é DNS

Os servidores DNS (Domain Name System, ou Sistema de Nomes de Domínios) são os responsáveis por localizar e traduzir para números IP (Internet Protocol) os endereços dos sites que digitamos nos navegadores — como www.canaltech.com.br, por exemplo.

Imagine ter que acessar seus sites preferidos através de números de IP, memorizando sequências de números para cada um deles? Isso seria algo completamente inviável, já que seria quase o mesmo que tentar memorizar todos os números de telefone da sua lista telefônica.

Para isso existem os registros de domínios e os servidores de DNS espalhados pelo mundo com a simples função de traduzir o que é digitado na barra de endereços. Assim, ele é capaz de entender que a URL específica só vai acessar um único endereço IP através dos bancos de dados.

Como funciona o DNS

Os servidores DNS são capazes de converter as solicitações da URL em endereços de IP. Mais especificamente, eles controlam quais servidores os usuários podem acessar ao digitar um nome de domínio no browser.

Veja o que é DNS e como funciona a tecnologia (Imagem: Matheus Bigogno/Canaltech)

Nesse momento, é importante entender que cada domínio possui um único endereço de IP e que também não há a possibilidade de sites diferentes possuírem a mesma URL. No entanto, diferentes URLs podem jogar os usuários para o mesmo site — desde que sejam do mesmo proprietário.

Embora todas essas requisições sejam feitas em frações de segundos, não são raras as vezes em que ocorrem gargalos e lentidão na conversão. A solução é criar uma espécie de Cache DNS, que, assim como a memória cache que estamos habituados, armazena consultas recentes para não ter que ficar repetindo o processo todas as vezes para acessar endereços já conhecidos.

Trocar o DNS pode ser uma boa opção

Por comodidade, os usuários acabam usando o sistema de DNS fornecido pelo provedor de internet, como Vivo, Claro, Tim ou outras. Mas seu uso não é obrigatório; se você quiser, pode trocar o seu para um que seja mais interessante e conveniente.

Não são raras as vezes em que os servidores fornecidos pelos provedores ficam congestionados ou oferecem algum problema de segurança. Nesse caso, é necessário usar um bom serviço de DNS, porque isso pode impactar não só em uma navegação mais rápida, mas mais segura.

Muitos modelos disponibilizam recursos de segurança, capazes de detectar cada site falso ou infectado com malware. Alguns deles ainda oferecem um sistema de proteção parental e são capazes de travar, por exemplo, o acesso a sites de conteúdo adulto.

Como mudar o DNS no seu dispositivo

Não importa qual dispositivo ou sistema operacional você usa, a mudança do DNS é feita quase sempre na aba de “Configurações de rede”. Cada dispositivo, no entanto, terá suas especificidades, por isso, veja mais detalhes sobre como fazer a mudança. Se você está em dúvida sobre qual serviço utilizar, veja uma lista com servidores DNS para melhorar a velocidade da sua internet.

Falha de DNS global

Não são raras as vezes em que ocorre uma falha de DNS em determinadas empresas, o que faz com que haja uma queda global de sites e aplicativos. Essas falhas podem ser das naturezas mais diversas, como mudança física de servidores ou uma atualização que causou um erro imprevisto.

Como não são raros os casos em que diferentes plataformas usam o mesmo serviço de DNS de forma internet, qualquer erro ou mudança, mesmo que mínimos, pode causar um efeito cascata de proporções globais — causando a queda de sistemas, sites e plataformas.

Existe um órgão responsável por organizar os servidores DNS?

Decerto que o fato de que cada site precisa usar somente um único endereço IP impacta na necessidade de um órgão regulatório para estruturação e organização de tamanha burocracia.

Pois saiba que ele existe, e se chama ICANN (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers). A entidade é digital e não tem fins lucrativos, o que facilita na estruturação de todos os domínios e endereços de IP para manter a World Wide Web (WWW) bem organizada.

A partir de agora, você não só sabe como funciona, mas tem em mãos uma série de informações úteis sobre o DNS e a importância de configurar um.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.