Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

O que é URL? | Uniform Resource Locators

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 10 de Dezembro de 2022 às 14h00

Link copiado!

Rodrigo Folter/Canaltech
Rodrigo Folter/Canaltech

URL (Uniform Resource Locators) é uma unidade identificadora que fornece uma maneira lógica de acessar informações presentes em computadores remotos, como um servidor da web ou um site de armazenamento em nuvem. Em termos mais simples: é o endereço usado para entrar em um site, servidor ou serviço.

As URLs contêm vários elementos como o protocolo de comunicação de rede, um domínio, um subdomínio e a extensão. Em geral, esse endereçamento pode ser personalizado pelo administrador do site, facilitando a entrada dos usuários e o reconhecimento pelos mecanismos de busca.

Um dos recursos usados para ranqueamento pelos buscadores é a palavra-chave usada na URL do site. Além disso, a estrutura de domínios e subdomínios também é considerada pelos robôs na hora de pontuar seu site para determinadas pesquisas.

Continua após a publicidade

Este texto traz vários aspectos importantes para você entender o que é uma URL, a estrutura básica, alguns exemplos e como criar URLs personalizados.

Qual o significado de URL?

URL é a abreviação de Uniform Resource Locators (Localizador Uniforme de Recursos, em português). Trata-se de um endereço da Web que aponta para um site, uma página específica ou um arquivo hospedado na internet.

Um exemplo pode ajudar a compreender melhor esse significado. A URL completa do Canaltech é https://www.canaltech.com/ e pode ser usada na barra de endereços do navegador para acessar o site. Ao entrar neste endereço, o usuário será guiado para a página inicial do CT, onde estão elencadas todas as principais notícias.

Há como ser mais específico se você deseja ver uma matéria especial do site. Neste caso, você precisará adicionar o restante da estrutura com o endereço do texto desejado. Este conteúdo fica alocado no subdomínio "Internet", o que significa que só poderá ser visualizado por quem digitar: www.canaltech.com.br/internet.

Cada matéria da editoria "Internet" ficará alocada dentro da estrutura específica: https://canaltech.com.br/internet/nome-do-texto. Digitando o endereço exato, a pessoa vai imediatamente para o local desejado, sem precisar passar pela home ou por outras editorias. Isso serve para organizar o site logicamente para o usuário e para os robôs da busca, que vasculham a web a procura de novos conteúdos para indexar.

Onde fica a URL?

Continua após a publicidade

Uma URL é exibida na barra de endereço do navegador, que pode ser posicionada na parte superior ou inferior da janela. Nos desktops e notebooks, as URLs ficam sempre visíveis neste local enquanto se está navegando pelas páginas.

Nos dispositivos móveis, como celulares e tablets, os programas costumam omitir o endereço quando a pessoa rola a tela para baixo para deixar a interface mais limpa. Para voltar a exibir, é só retornar para o topo da página que a URL volta a aparecer.

Como abrir uma URL?

Se você souber a URL do site de cabeça, pode apenas digitá-la na barra de endereço do navegador para acessar. Essa era a única forma de acesso no passado, mas é cada vez menos usada na atualidade, graças à facilidade dos mecanismos de busca e aos direcionamentos das redes sociais.

Continua após a publicidade

Além da escrita manual na barra, você também pode acessar uma URL:

  • Por um hiperlink em texto, ícone ou imagem vinculada em algum site da internet;
  • Via QR Code, ao escanear com a câmera do celular um link embutido no código de barras;
  • Copiando e colando o endereço na barra.

Quais são as estruturas da URL?

Continua após a publicidade

Você já viu acima como as URLs se parecem, mas é preciso aprofundar um pouco mais para entender qual é a sua estrutura. Quando isso é compreendido, fica muito mais simples entender como funciona a estrutura da World Wide Web.

Protocolo de comunicação

Uma URL é composta pelo protocolo de comunicação. Eles são os primeiros elementos que aparecem antes de qualquer site e são geralmente preenchidos automaticamente pelos navegadores. Os mais comuns são:

  • HTTP (Hypertext Transfer Protocol) - mais antigo e inseguro;
  • HTTPS (Hypertext Transfer Protocol Secure) - mais recente e criptografado;
  • FTP (File Transfer Protocol) - para transferir arquivos entre computadores numa rede TCP/IP;
  • mailto - usado para direcionar usuários para um endereço de e-mail específico.
Continua após a publicidade

Os protocolos são os responsáveis por trafegar a comunicação entre servidores e navegadores. Eles enviam mensagens, recebem as informações dos nomes de domínio (DNS), decodificam os dados e devolvem ao navegador possibilitando o acesso.

Subdomínio

O subdomínio básico de qualquer site é o famoso "www". Esse conjunto de letras é usado como o padrão para acessar as páginas iniciais dos sites e já até passaram a ser omitidos nas URLs por falta de necessidade. A regra é básica: se o usuário não digita um subdomínio, significa que ele deseja entrar no site principal.

Mas os subdomínios podem ter quaisquer outras palavras antes do primeiro ponto de uma URL. Em vez de usar o www, você pode usar o subdomínio suporte.seusite.com.br para guiar as pessoas para uma página de ajuda ou de atendimento. Um exemplo prático aqui do Canaltech: https://ofertas.canaltech.com.br/.

Continua após a publicidade

O mais importante é que o subdomínio retrate exatamente o propósito daquela página, porque isso facilitará a vida do usuário. Vale lembrar que os subdomínios são considerados parte integrante do site, portanto devem passar pelos mesmos ajustes de SEO para não impactar na avaliação do Google e do Bing.

Nome de domínio

Um nome de domínio é basicamente como o seu site será conhecido na web. Ele deve ser sempre seguido de uma extensão que indicará qual a categoria do website. No caso do CT, por exemplo, o nome de domínio é canaltech.com.br.

Continua após a publicidade

Cada nome é único e não pode ser replicado por nenhum outro site. Isso porque cada nome representa um IP específico, que aponta para o servidor de site e permite acessar facilmente ao local desejado. Se houvesse mais de uma página com o mesmo endereço, o navegador ficaria confuso sem saber para onde mandaria o tráfego.

Embora o nome seja exclusivo, é possível criar variantes dele conforme a extensão usada após o ponto. Dessa maneira, você pode criar variações como canaltech.etc.br, canaltech.tv.br ou canaltech.jor.br. Alguns domínios são exclusivos de algumas categorias profissionais, sendo impossível de serem usados por empresas ou pessoas não autorizadas pelo Registro.br.

Estima-se que cerca de 53% de todos os sites mundiais usem a extensão .com, mas há inúmeras variações dela para cada país (no Brasil, usa-se o .br). O endereço é destinado para páginas com propósitos comerciais, logo se aplica a maioria das páginas de empresas.

Caminho para o recurso

Continua após a publicidade

Finalizando a estrutura da URL, está o chamado caminho para o recurso. Trata-se do conjunto de caracteres que vem após a barra e contém índices para a localização do conteúdo. Uma URL pode ter mais de um caminho para um recurso específico, o que deixará o conteúdo cada vez mais restrito.

O primeiro caminho desta matéria é o /internet, seguido pelo título dela como caminho secundário. Alguns sites trabalham com caminhos terciários e até quarternários, de modo a organizar melhor as páginas.

Essa regra já mudou várias vezes ao longo do tempo, conforme as diretrizes estabelecidas pelos mecanismos de busca. Houve um tempo em que praticamente não era usada, depois passou a ser altamente específica e hoje deve ser sucinta, direta ao ponto.

Parâmetros

Continua após a publicidade

Os parâmetros são a última parte de uma URL e são mais raros de serrem vistos, porque tem um propósito muito específico. Eles são referenciados como um ponto de interrogação (?), um sinal de igualdade (=) ou um símbolo de "e" comercial (&) para indicar esse completo.

Eles são usados basicamente como complementos de informação para os sistemas e usuários. Pode ser aplicados para identificar uma página traduzida, um site redirecionado de um mecanismo de busca, um indicador de filtragem (cor, preço, região, etc.) ou para rastreamento em campanhas de marketing.

Quais são os tipos de URLs?

Com base na função, estes são os principais tipos de URL encontrados na internet:

Continua após a publicidade
  • URLs canônicos: são as páginas principais, o conteúdo original. É um recurso usado quando há conteúdo duplicado no site, permitindo que os mecanismos de busca saibam qual é o endereço correto a ser considerado.
  • URLs de retorno de chamada: é o redirecionamento a um destino inicial quando o usuário conclui um cadastro, uma compra ou uma ação.
  • URLs vaidade: são endereços mais curtos ou personalizados, criados especificamente para serem mais fáceis de lembrar. Em geral, são redirecionamentos de URLs mais longos usados principalmente em redes sociais ou para ações de marketing específicas.

Como criar uma URL personalizada para meu site?

Para criar uma URL exclusiva com o nome da sua marca ou qualquer outro da sua preferência, você precisará de um serviço de registro de domínios autorizado. Normalmente, isso é feito por empresas credenciadas pela ICANN (órgão internacional que registra os nomes de domínio) que podem fazer essa solicitação.

Há várias empresas brasileiras e estrangeiras que fazem esse registro, com custos igualmente variáveis e suporte até a hospedagem de sites. Esta última opção é a melhor porque você já consegue resolver dois problemas: cadastrar o nome desejado e já ter um local na web para deixar seu site acessível.

Hostinger, GoDaddy, Weblink, Hostgator, Locaweb e KingHost são exemplos. Se quiser apenas o domínio, pode comprar diretamente no site do Regitro.br, vinculado ao órgão certificador da internet no Brasil.

Com uma URL personalizada e exclusiva, a página do seu produto, serviço ou pessoal sai na frente dos concorrentes. Além do toque profissional, ter um domínio próprio ajuda na indexação de conteúdo e pode garantir uns pontinhos extras junto aos mecanismos de busca.

Este é um resumo básico de tudo que você precisa saber para entender sobre o que é URL (Uniform Resource Locators) e quais suas aplicações no cotidiano da web. Se ficou alguma dúvida, é possível dar uma olhada em outros conteúdos do Canaltech sobre URLs e internet para saná-la.