Qualcomm estaria desenvolvendo o inédito Snapdragon 888 Pro, mas há um porém

Por Diego Sousa | Editado por Wallace Moté | 26 de Abril de 2021 às 09h30
Divulgação/Qualcomm

A Qualcomm geralmente apresenta uma versão mais potente do seu processador principal em meados de cada ano, e desta vez o lançamento deve chegar em forma de "Snapdragon 888 Pro". No entanto, diferentemente das últimas gerações, que foram disponibilizadas em todo mundo, o chip inédito deve ficar restrito a apenas um mercado.

De acordo com informações do popular informante Digital Chat Station, o Snapdragon 888 Pro já vem sendo testado pela Qualcomm e tem lançamento previsto apenas no mercado chinês em algum momento do terceiro trimestre deste ano. Ainda não há um motivo para essa decisão, mas é provável que ela esteja relacionada à atual escassez de chips que afeta as principais fabricantes do setor há alguns meses, incluindo a norte-americana.

(Imagem: Reprodução/Digital Chat Station)

Assim como as variantes "Plus" dos últimos processadores premium, a principal novidade do futuro Snapdragon 888 Pro estaria no aprimoramento do núcleo principal, nesse caso, o Cortex-X1. A CPU estreou no Snapdragon 888 em dezembro como a mais potente da indústria, mesmo operando a uma frequência máxima de "apenas" 2,84 GHz — na nova versão, o núcleo deve trabalhar acima de 3 GHz.

Mesmo sem nada confirmado, o boato de um processador mais veloz vai ao encontro de rumores recentes de que a Qualcomm teria estabelecido um acordo de grande importância com a TSMC, em que a fundição taiwanesa fabricaria com urgência uma leva de processadores high-em 5G. Embora ainda não se saiba quais modelos seriam produzidos na parceria, a tecnologia de 5 nanômetros (nm) da TSMC é mais avançada que a da Samsung quando o assunto é dissipação de calor — logo, seria mais indicada para lidar com o aumento na frequência do lançamento.

De qualquer maneira, vale mencionar que isso tudo não passa apenas de mais um boato da indústria. Fontes da cadeia de produção revelaram recentemente que a Qualcomm estaria com dificuldades de atender seus clientes, inclusive definindo prazos gigantescos para a entrega de processadores. As informações são de que tanto a Samsung Foundry quanto a TSMC, as duas principais fundições na produção de chips, estão com operações a 100%, sem brechas para aumentar a produção.

(Imagem: Divulgação/TSMC)

Situação generalizada

A escassez de chips no mercado, no entanto, não vem acontecendo somente no segmento de smartphones. O setor automotivo já vinha sofrendo com a falta de peças há alguns meses, mas a lentidão vem afetando a indústria de consoles, com a Sony tendo problemas em conseguir chips para o novo PlayStation 5, e até a de computadores — a Nvidia estaria com estoques reduzidos das placas de vídeo RTX 30xx.

Fonte: Digital Chat Station (via 91mobiles)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.