O que é UEFI?

Por Ultradownloads

A BIOS da inicialização do sistema está presente a tanto tempo em nossas vidas que raramente pensamos em uma forma diferente de inicializarmos a nossa máquina. Com décadas de existência, nenhuma proposta teve força ou popularidade suficiente para derrubar a conhecida tela preta que vemos toda vez que ligamos o PC. Pelo menos até agora.

Intel e HP trabalham desde os anos 90 no EFI (Extensible Firmware Interface – Interface de Firmware Extendida) que é uma forma mais avançada e versátil de dar "boot" no computador, e ao chegar na versão 1.1 teve seu nome atualizado para UEFI (Unified EFI) e foi entregue ao Unified EFI Forum que incorporou inúmeros recursos como criptografia, interface avançada para o usuário e autenticação via rede.

O resultado é uma experiência de uso bastante aprimorada, com novas funcionalidades e uma aparência muito mais intuitiva do que a clássica BIOS oferece. Como é possível observar na imagem abaixo, é possível utilizar o mouse para navegar pelas opções do UEFI e ter muito mais controle sobre todas as partes do hardware, permitindo que o usuário comum consiga fazer o que desejar sem precisar recorrer a um expert em computação, ou mesmo correr o risco de queimar o equipamento.

Placa-mãe Gigabyte chipset X79 com UEFI

Interface simplificada para o usuário

Uma das grandes reclamações da maioria dos usuários é que - independentemente da configuração da máquina - o sistema necessita de muito tempo para ligar, onde grande parte dele é devido à baixa performance da BIOS, que acrescenta de 10 a 15 segundos no tempo total. Em computadores equipados com UEFI é possível realizar um boot completo em até oito segundos, tempo ainda menor se o PC estiver equipado com uma SSD.

Duas críticas muito recorrentes ao UEFI se referem à segurança (devido ao grande poder que o chip tem sobre o hardware e o sistema operacional) e ao aparecimento de bugs imprevisíveis, pois se trata de uma tecnologia nova. Por mais que a BIOS seja limitada, já está bastante amadurecida e seus bugs não são apenas previsíveis como fáceis de consertar.

Normalmente os usuários se preocupam com esses dois pontos, mas pode ser uma história parecida com a dos SSDs, que a princípio eram vistos com desconfiança, porém hoje são a melhor alternativa para quem procura alto desempenho.

E você, acredita que no futuro todos os computadores utilizarão o UEFI?

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.