Publicidade

Nvidia RTX 3070 Ti mobile mostra desempenho de TITAN RTX em teste vazado

Por| Editado por Wallace Moté | 21 de Janeiro de 2022 às 11h50

Link copiado!

Divulgação/NVIDIA
Divulgação/NVIDIA
Tudo sobre Nvidia

Anunciada durante a CES 2022, a Nvidia GeForce RTX 3070 Ti para notebooks foi encontrada nos primeiros testes de desempenho, sugerindo que as promessas da Nvidia para o modelo estavam corretas. Com mais de 124 mil pontos no benchmark de OpenCL do Geekbench 5, responsável por avaliar o poder computacional das GPUs, o novo chip gráfico do time verde conseguiu empatar com uma TITAN RTX para desktops, a antecessora da RTX 3090.

RTX 3070 Ti mobile empata com TITAN RTX em teste

Os resultados encontrados no banco de dados do Geekbench pertencem ao MSI Vector GP66, que traz a RTX 3070 Ti em sua configuração máxima, também conhecida por "Max-P", com consumo de 150 W. Acompanhada de processador Intel Core i7 12700H, de 14 núcleos e 20 threads, e 16 GB de RAM DDR4, a GPU atingiu os 124.220 pontos no teste de OpenCL.

Continua após a publicidade

Buscar por placas que atinjam pontuação semelhante mostra que a solução é equivalente a uma RTX 3080 mobile, ponto extremamente positivo para quem procura um laptop potente sem precisar desembolsar os valores astronômicos de máquinas com o modelo topo de linha, além de superar a RTX 2070 SUPER para notebooks em cerca de 70%, como a Nvidia havia anunciado.

Mais impressionante é a semelhança de performance entre a RTX 3070 Ti mobile e a TITAN RTX para desktops, também apontada pela companhia durante o lançamento. A placa entusiasta, posicionada no segmento hoje ocupado pela RTX 3090, marca uma média de 124.398 pontos, empatando com a irmã gamer para laptops. Se considerarmos o público-alvo e os preços cobrados pela TITAN RTX, mesmo que a solução já tenha sido substituída, a nova GPU mobile tem grande potencial.

Também impressiona o fato da pontuação da RTX 3070 Ti ser basicamente equivalente à Quadro RTX 8000 — anunciada em agosto de 2018, trata-se da placa profissional mais poderosa da companhia pertencente à geração Turing, das RTX 2000, vendida por mais de US$ 10 mil (~R$ 55 mil).

O Canaltech está no WhasApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Obviamente, há diferenças gritantes entre as duas, como as otimizações de driver para apps profissionais da linha Quadro e 6 vezes mais memória, mas é importante considerar que a RTX 3070 Ti mobile tem consumo limitado e deve equipar máquinas ao menos 5 vezes mais baratas.

Outro ponto necessário a se ter em mente é que este é apenas um teste, não relacionado a jogos, portanto o uso real pode ser diferente. Ainda assim, os números são promissores, especialmente se a projeção de preço da Nvidia for realmente cumprida pelas fabricantes.

Notebooks com RTX 3070 Ti chegam em fevereiro

Continua após a publicidade

A Nvidia GeForce RTX 3070 Ti mobile é equipada com chip GA104, trazendo 5.888 núcleos CUDA, 46 RT Cores e 184 Tensor Cores, junto a 8 GB de VRAM GDDR6 em interface de 256-bit, especificações muito similares às da RTX 3070 para desktops. A solução emprega consumo configurável entre 80 W e 125 W e clocks de até 1.485 MHz, atingindo os 150 W e 1.585 MHz com o uso do Dynamic Boost 2.0, caso do MSI Vector GP66 testado.

Em sua configuração máxima, a GPU consegue entregar 18,7 TFLOPs de poder computacional, algo que, grosso modo, a colocaria em um nível entre a RTX 3060 Ti e a RTX 3070 de desktop. Os primeiros notebooks equipados com a novidade estão previstos para chegar ao mercado no início de fevereiro, com preços sugeridos que partem dos US$ 1.499 (~R$ 8.170)

Fonte: VideoCardz, WCCFTech