Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Golpistas vendem GeForce RTX 4090 barata sem GPU e memória

Por| Editado por Jones Oliveira | 29 de Abril de 2024 às 11h45

Link copiado!

Northwest Repair / Reprodução
Northwest Repair / Reprodução
Tudo sobre Nvidia

Começam a surgir registros de consumidores estadunidenses adquirindo placas GeForce RTX 4090 usadas e recebendo produtos sem chips de GPU e memória. O mesmo tipo de golpe já vinha ocorrendo na China desde que entraram em voga os bloqueios de exportação para o país; agora a fraude começa a ser registrada também nos EUA.

O caso foi identificado pela assistência Northwest Computer Repair, em Wahshington, e publicado em seu canal oficial no YouTube. Segundo eles, o usuário em questão comprou sua GeForce RTX 4090 da MSI no Facebook Marketplace e, ao identificar que a placa não dava sinal, contactou a loja, que ao desmontar a placa se deparou com uma PCB completamente limpa, sem as memórias e GPU.

A Northwest Repair ofereceu comprar a RTX 4090 do golpe por US$ 200, aproveitar a PCB e "reviver" o produto com peças de outras placas danificadas, prática comum entre lojas especializadas. No entanto, o usuário recusou a oferta por acreditar que poderia conseguir um preço melhor, provavelmente também em sites de revenda.

Continua após a publicidade

Golpe cada vez mais comum

No caso específico do mercado chinês, a teoria é de que as placas originais tenham sido desmontadas para a fabricação de placas personalizadas para servidores de IA. Apesar de nos EUA não haver a necessidade de produtos custom, ainda é comum que placas danificadas sejam utilizadas como fonte de peças de reposição, especialmente com algumas empresas como a própria MSI barrando pedidos de garantia dependendo do problema.

Dessa forma, o mais provável é que os donos originais, que possivelmente perderam suas placas para algum dos muitos problemas recorrentes no segmento topo de linha, as repassaram para assistências menores, que retiraram os componentes e remontaram as placas “vazias”.