Publicidade

MSI recusa RMA de placas de vídeo com uso de adaptador 12VHPWR

Por| Editado por Jones Oliveira | 07 de Setembro de 2023 às 14h35

Link copiado!

Reprodução/MSI
Reprodução/MSI

A MSI está se recusando a abrir processos de garantia e substituição de placas GeForce RTX 4000 caso o usuário tenha utilizado adaptadores não oficiais no cabo de energia. O problema é que algumas placas da nova geração têm projetos térmicos (TDP) elevados que exigem dissipadores robustos, representando um enorme desafio — no caso literalmente — para muitos gabinetes.

A utilização de adaptadores ou cabos personalizados em fontes de alimentação não é uma novidade. Na verdade, existe todo um segmento de mercado voltado especificamente para esse nicho, seja por uma questão estética ou, o caso mais comum, para otimizar o gerenciamento de espaço e circulação de ar no setup.

Continua após a publicidade

Conectores subdimensionados

As novas GeForce RTX 4090 e 4080 são muito maiores do que a geração anterior. Muito disso é resultado nem tanto da PCB, mas do sistema de arrefecimento, com dissipadores bem robustos para dar conta do projeto térmico elevado. Por essa razão, marcas especializadas em cabos de alimentação, como a CableMod, criaram adaptadores em L para facilitar a acomodação em alguns gabinetes.

No entanto, além do tamanho, uma questão ainda mais preocupante das novas placas de vídeo é o conector 12VHPWR. Teoricamente, com 12 pinos de energia e 4 dedicados para controladores de tensão, eles seriam suficiente para garantir alimentação estável e segura para as novas GPUs. Contudo, mesmo cabos oficiais podem apresentar problemas de superaquecimento, sugerindo um subdimensionamento dos conectores.

Continua após a publicidade

Essas falhas, com conectores que chegaram a derreter em algumas placas, desencadearam uma enxurrada de solicitações de garantia. Pelo volume de ocorrências desses problemas em condições ideais de uso, é possível entender que se trata de uma falha de projeto. No entanto, a MSI passou e recusar todo pedido de RMA que se constate que o usuário utilizou adaptadores de energia que não fazem parte dos kits originais da placa de vídeo ou fonte.

Apesar de geralmente seguros, usar adaptadores não oficiais nunca esteve coberto pelos termos de garantia. Contudo, muitas fabricantes relevavam esses detalhes até agora, pois situações de sobrecarga tão intensa eram bem menos comuns em GPUs até as RTX 3000.

Continua após a publicidade

Agora resta saber se outras marcas irão adota a mesma postura da MSI, ou se ainda irão assumir a responsabilidade por algo que, claramente, é uma falha de projeto.