Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

CPUs Intel Arrow Lake terão iGPU Alchemist e placas-mãe Z890

Por| Editado por Jones Oliveira | 06 de Maio de 2024 às 16h45

Link copiado!

Reprodução/Intel YouTube
Reprodução/Intel YouTube
Tudo sobre Intel

Com a chegada dos futuros processadores Intel Arrow Lake cada vez mais próximo, os primeiros grandes vazamentos a respeito dessas CPUs começam a surgir. Informações recentes do leaker Golden Pig Upgrade sugerem que os novos Intel Core Ultra 200 terão iGPUs Arc Alchemist e serão compatíveis com placas-mãe com chipset Z890.

Começando pela iGPU, o insider aponta que a implementação máxima dessa microarquitetura gráfica consiste em quatro núcleos Xe baseados nas Alchemist Xe-LPG (Low Power Gaming). Diferente das Arc Battlemage que devem equipar os Lunar Lake de notebooks, as versões de desktop da geração Arrow Lake manterão a placa gráfica na geração atual, possivelmente também oferecendo opções de CPUs com 2 e 3 núcleos Xe.

Assim como já era esperado, a Intel deve lançar os chipsets da série 800 para as futuras placas-mãe com soquete LGA-1851. O vazamento indica que esses produtos terão suporte nativo ao Thunderbolt 4, aumento no número de pistas PCIe 5.0 e compatibilidade para memórias com frequências mais altas. 

Continua após a publicidade

Diferente de gerações anteriores, os Arrow Lake não terão modelos Core i3 ou Core 3 Ultra. O portfólio da Intel deve começar já nos Core Ultra 5, fazendo com que a companhia lance versões reduzidas com outros nomes, mas sem necessariamente serem da 15ª geração para desktops. 

Vale apontar que outro informante comentou sobre as capacidades do cache da geração Arrow Lake. Segundo MebiuW, os núcleos de performance Lion Cove terão 3 MB de cache L3, enquanto os núcleos de eficiência Skymont serão montados em agrupamentos de quatro estruturas contendo 3 MB. Em outras palavras, é possível que o Core Ultra 285K máximo da geração tenha 36 MB de cache.

Os processadores Arrow Lake só devem ser lançados no fim de 2024. 

Fonte: Weibo [1] e [2]