Publicidade

Xbox está encerrando produção e venda de jogos físicos, aponta rumor

Por| Editado por Jones Oliveira | 05 de Fevereiro de 2024 às 20h45

Link copiado!

Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech

Um novo rumor reforça o fim dos jogos físicos para o Xbox, com a tendência de eles desaparecerem completamente das lojas nos próximos meses. Recentemente a Microsoft encerrou seus departamentos de logística própria para abastecimento de jogos físicos do Xbox, tendo inclusive já encerrado a produção de mídias físicas no Brasil.

Fontes de grandes publicadoras teriam afirmado em dezembro a Christopher Dring, do portal Gamesindustry.biz, que “não estão mais renovando estoques de alguns varejistas na Europa”. Ao que tudo indica, a tendência deve se estender gradualmente a revendedores no mundo todo, preparando o terreno para o novo Xbox Series X “All-Digital”.

Continua após a publicidade

O fim de uma era

O Canaltech esteve recentemente em Nova York para uma cobertura internacional e observou que ambas Target e Best Buy da Times Square, duas das maiores da cidade, já estavam com as prateleiras completamente esvaziadas. Questionando alguns funcionários, a informação é de que não havia previsão para a reposição de estoques.

Apesar de a Sony ainda não ter se posicionado sobre o fim dos jogos físicos para o PlayStation 5, foi praticamente impossível encontrar qualquer título mais relevante do console, restando apenas jogos menores, antigos, e também em pouquíssimas unidades.

Continua após a publicidade

Por inúmeras razões, boa parte dos jogadores já abandonaram efetivamente os jogos físicos, com a principal delas sendo a agilidade do acesso aos títulos digitais. Com muitos componentes online na maioria dos lançamentos, é praticamente impossível aproveitar um jogo totalmente sem ter uma boa e estável conexão de internet.

Tanto por isso, muitos donos de console já realizam a pré-compra digital para poder baixar os jogos antecipadamente e conseguir aproveitar desde o primeiro minuto. Sendo assim, apenas uma parcela bem reduzida ainda opta pela mídia física, geralmente com a intenção de revender no futuro ou apenas expor em coleções pessoais.

Continua após a publicidade

Vale lembrar também que desde o lançamento do Xbox One já existiam rumores sobre a Microsoft estar trabalhando em maneiras de evitar que os jogadores emprestassem ou revendessem seus jogos. Tanto que no lançamento do PS4, a Sony fez uma brincadeira com o passo a passo de como emprestar seus jogos a amigos.

Eliminar os jogos físicos seria a maneira mais efetiva de matar o mercado de jogos usados, e dessa vez é provável que, sob a justificativa de reduzir custos, a própria Sony adote a medida que irá encerrar a era de trocar, emprestar, vender, ou apenas expor as coleções de jogos.