Publicidade

Xbox Series mais poderoso chegaria em 2024 e próxima geração em 2027

Por| Editado por Jones Oliveira | 19 de Setembro de 2023 às 14h25

Link copiado!

(Imagem: Reprodução/Microsoft)
(Imagem: Reprodução/Microsoft)

O vazamento de documentos sigilosos da Microsoft apontam que a empresa estaria planejando lançar novas versões dos Xbox Series X e Series S já para 2024, entregando versões mais poderosas dos consoles. Além disso, a próxima geração chegaria em 2027 utilizando as arquiteturas AMD Zen 6 de APUs, com gráficos RDNA 5.

O roadmap de lançamentos da Microsoft para o próximo ano fiscal aponta dois lançamentos simultâneos para setembro de 2024, com preços de US$ 299 e US$ 499. Com codinomes Ellewood e Brooklin, os projetos seriam as versões entre gerações dos Xbox Series X e Series S.

Continua após a publicidade

Política de publicação problemática

Mesmo com muitos jogos longe de utilizar todo o potencial do Series X, o mesmo não vale para o Series S. Um dos termos definidos pela liderança do Xbox é que todo jogo que for lançado para o Series X precisa ser 100% com a versão menos potente.

Por essa razão, Baldur’s Gate 3 ainda não chegou aos consoles da Microsoft, já que o Series S, inicialmente, não conseguia rodar o modo multijogador com tela divida. Isso limitaria parte importante da experiência do jogo, violando os termos de publicação na plataforma.

Continua após a publicidade

Aparentemente, a Larian Studios já contornou a questão e está se preparando para trazer Baldur’s Gate 3 para os Xbox Series. Contudo, o incidente deixou claro que essa política interna para lançar jogos nas plataformas da Microsoft cria um limitador na geração devido o hardware mais modesto do modelo econômico.

Com a chegada de uma geração intermediária em setembro de 2024, é esperado que a Microsoft suba a régua do Series S para o Series X, ou mesmo para o Project Ellewood, dependendo de seu hardware. Isso garantiria que as desenvolvedoras tenham mais recursos para trabalhar e lançar jogos simultaneamente para os Xbox Series, PlayStation 5 e, quem sabe, até para o Nintendo Switch 2.

Isso não significa que, necessariamente, os Xbox Series deixarão de receber esses títulos. No entanto, as empresas terão mais tempo para otimizar seus jogos para o console mais fraco, sem recorrer a adiamentos por uma cláusula de contrato.

Continua após a publicidade

Fonte: ResetEra