Microsoft anuncia compra da Activision Blizzard

Microsoft anuncia compra da Activision Blizzard

Por Felipe Demartini | Editado por Bruna Penilhas | 18 de Janeiro de 2022 às 10h41
Divulgação/Microsoft

A Microsoft anunciou nesta terça-feira (18) que está adquirindo a Activision Blizzard. O negócio, que teria um valor estimado de US$ 68,7 bilhões, transforma a dona do Xbox na terceira maior empresa de games do mundo, atrás apenas da chinesa Tencent e de sua principal rival no campo dos consoles, a Sony.

Como parte do negócio, a Microsoft passa a ser a dona de todas as companhias que fazem parte do conglomerado da Activision Blizzard. Além das que dão nome à adquirida, também estão no pacote nomes como a King, Treyarch, Toys for Bob e Beenox, bem como atividades do mercado de eSports, como a Major League Gaming. Isso sem falar, claro, na incorporação de franquias como Call of Duty, World of Warcraft, DiabloCandy Crush, Overwatch e outras.

Como aconteceu no caso da Bethesda, a empresa manteve o silêncio quanto a exclusividades e demais acordos de lançamento, principalmente envolvendo jogos que já estão em desenvolvimento. Mais informações sobre isso devem ser reveladas com o tempo, principalmente após a conclusão da aquisição, que está prevista para ser finalizada até junho de 2023.

O maior negócio da história dos games

Caso o valor de US$ 68 bilhões seja confirmado, a compra da Activision Blizzard pela Microsoft também representará o maior negócio da história do mercado de jogos eletrônicos. Esse recorde foi obtido pela Take Two Interactive na última semana, após o anúncio da aquisição da Zynga por um total estimado em US$ 12,7 bilhões.

O anúncio já está gerando movimentações no mercado. No momento em que esta reportagem é escrita, antes da abertura do pregão nos Estados Unidos, as cotas da Microsoft operam com baixa de 1,5%, enquanto os papeis da Activision devem iniciar as negociações desta terça com alta de mais de 32%. De acordo com os dados oficiais, o montante pago equivale a US$ 95 por ação da gigante, um total também acima do atual, que gira em torno dos US$ 86 em movimento de subida.

O valor também é mais de oito vezes maior que o pago pela Microsoft ao adquirir a Bethesda, com o anúncio feito no final de 2020 falando inicialmente em US$ 7,5 bilhões e com negócio concluído em US$ 8,1 bilhões. Até agora, a compra da empresa responsável por franquias como The Elder Scrolls e DOOM era a maior já realizada pela empresa no mercado de games, ultrapassando a aquisição da Mojang, de Minecraft, avaliada em US$ 2,5 bilhões quando anunciada, em 2014.

A Microsoft e a Activision Blizzard seguirão de forma independente até o fechamento do negócio; depois, os títulos destas e outras marcas da adquirida também passarão a integrar o catálogo do Game Pass para Xbox e PC, serviço que conta hoje com 25 milhões de assinantes. O mesmo também vale para os mais de 10 mil funcionários da companhia espalhados pelo mundo, incluindo membros da diretoria das produtoras e distribuidoras que compõem a Activision.

Isso inclui até mesmo Bobby Kotick, CEO da Activion Blizzard e envolvido diretamente nas denúncias de assédio e má conduta entre os funcionários que vêm surgindo desde julho de 2021. De acordo com informações do jornal americano The Wall Street Journal, ele deve deixar a companhia assim que o processo de aquisição terminar, como parte de um acordo entre as partes; após isso, a companhia passa a se reportar ao diretor da divisão de jogos da Microsoft, Phil Spencer.

É Spencer, inclusive, quem assina o texto de boas vindas e um dos anúncios oficiais da aquisição, em nome da plataforma Xbox. No comunicado, o executivo aponta o negócio como a continuidade da missão da companhia de tornar os games acessíveis a todos — sem esquecer, claro, da força das franquias que, agora, passam a integrar o portfólio da Microsoft.

* Texto atualizado em 18/01/2022, 15h40, com mais informações sobre a permanência de Bobby Kotick após o processo de aquisição.

Fonte: The Wall Street Journal

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.