SpaceX tem sucesso em 2º teste de voo de novo protótipo do foguete Starship

Por Danielle Cassita | 10 de Setembro de 2020 às 14h45
NASASPACEFLIGHT - BOCACHICAGAL
Tudo sobre

SpaceX

Saiba tudo sobre SpaceX

Ver mais

Depois de o protótipo SN5 passar nos testes de voo, a SpaceX deu mais um passo adiante no desenvolvimento dos protótipos do futuro foguete Starship, projetado para levar cargas e até 100 pessoas a destinos como Lua e Marte. O mais recente teste de voo do protótipo SN6 foi feito com sucesso nesta semana. O veículo voou por uma curta distância nos céus do sul do Texas, e finalizou de forma bastante satisfatória o segundo teste de voo já feito por um protótipo Starship.

O bom desempenho do protótipo é importantíssimo, uma vez que os testes vêm passando por altos e baixos: na fila de protótipos que antecedem o SN6, há o Mk.1 e SN1, que explodiram durante a realização de testes de pressão. Já o SN2 conseguiu superar o teste criogênico, mas o protótipo SN3 falhou e acabou destruído após a realização de um teste. Em seguida, o SN4 apresentou um vazamento de gás e explodiu. Depois, veio o protótipo SN5, que realizou com sucesso o primeiro breve teste de voo.

Então, o novo teste do SN6 foi similar àquele realizado pelo protótipo SN5 no mês passado: ambos voaram por volta de 150 metros em uma operação que não chegou a durar um minuto, e pousaram verticalmente em um local próximo. Entretanto, a finalização do teste do SN6 teve um bom diferencial. Musk publicou em sua conta do Twitter que o pequeno voo do SN6 foi uma operação muito mais suave e rápida. A SpaceX publicou também um vídeo que mostra o voo de diferentes ângulos; algumas das imagens foram captadas por um drone que acompanhou o voo em uma altitude semelhante à do SN6, enquanto outras foram gravadas pelo próprio veículo em câmeras acopladas à sua estrutura.

Confira o vídeo abaixo:


Os protótipos SN5 e SN6 são alimentados por um motor Raptor, mas os outros futuros protótipos terão motores adicionais em sua estrutura — o SN8, por exemplo, poderá ter três motores, então podemos esperar que voe bem mais alto do que o SN5 e SN6 voaram. A SpaceX vem desenvolvendo o veículo Starship, com 50 metros de altura, junto do Super Heavy, um grande booster impulsionará o voo. O Starship vai precisar do Super Heavy para conseguir sair da Terra, mas depois poderá seguir por conta própria até a Lua ou o Planeta Vermelho.

Fonte: Space.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.