Rover Zhurong e seus rastros em Marte são fotografados por sonda da NASA

Rover Zhurong e seus rastros em Marte são fotografados por sonda da NASA

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 21 de Março de 2022 às 12h30
NASA/JPL/UArizona

O rover Zhurong, da China, foi fotografado pela câmera da sonda Mars Reconnaissance Orbiter (MRO), da NASA. As novas imagens foram capturadas no dia 11 de março e mostram tanto a localização mais recente do rover quanto a trajetória que já percorreu nos últimos 10 meses, desde seu pouso. Além disso, conseguimos observar também alguns componentes da missão Tianwen-1, como o módulo de pouso do rover e o escudo traseiro.

Desde quando pousou, o veículo já viajou por aproximadamente 1,5 quilômetro. Assim, as novas imagens foram produzidas pela câmera HiRISE, que equipa a MRO, e mostram detalhes do deslocamento do rover Zhurong através dos rastros na superfície de Marte deixados por suas rodas.

Você pode conferir as imagens na publicação abaixo, com algumas marcações adicionadas pela equipe:

Assim como acontece com a maioria das câmeras dos satélites artificiais que orbitam Marte, a HiRISE captura suas imagens em faixas longas e estreitas. Como a sonda conta com 10 detectores alinhados, cada uma dessas faixas representa uma área com até 5 km de extensão. Além disso, a HiRISE conta também com dois pares extras de detectores capazes de capturar dados coloridos, produzindo registros com cores de áreas de até 1 km.

Richard Leis, membro da equipe da missão, explicou em uma publicação no Twitter que as dimensões da área coberta pelas fotos da sonda exigem longos períodos e bastante treinamento para a identificação de objetos das missões humanas enviadas para lá. “Esse é um dos trabalhos da minha pequena equipe de validação: eles procuram o hardware esperado nas imagens e registram as coordenadas dos eixos X e Y”, disse.

Detalhe de uma das fotos da MRO, com os rastros do rover Zhurong e sua localização mais recente (Imagem: Reprodução/NASA/JPL/UArizona)

A MRO orbita Marte a cerca de 316 km de altitude e, por isso, consegue capturar imagens da superfície do planeta com resolução suficiente para registrar objetos com menos de 1 m de extensão. Foi assim que a MRO conseguiu imagens de rovers e landers variados enviados à superfície do planeta, como aconteceu com os rovers Curiosity e Perseverance, da NASA.

Após passar cerca de três meses orbitando Marte, o lander da missão chinesa Tianwen-1 e o rover Zhurang pousaram em Utopia Planitia, uma planície no Planeta Vermelho, em maio do ano passado. Desde então, a agência espacial da China já compartilhou diversas imagens do rover e do módulo de pouso — incluindo até um “retrato de família”, que mostra ambos os robôs juntos na superfície marciana.

Fonte: UArizona; Via: Universe Today

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.