Star Trek | Veja todas as atrações ligadas à franquia para os próximos anos

Por Claudio Yuge | 23 de Junho de 2020 às 19h40
CBS

O universo de Star Trek está crescendo nos últimos anos — e promete ficar ainda maior. Desde que a franquia conseguiu um bom retorno às telinhas com Star Trek: Discovery, em 2017, os executivos passaram a olhar para a franquia com mais carinho. Neste ano, tivemos Star Trek: Picard e, em breve, deveremos ter vários derivados, incluindo dois spin-offs de Discovery, duas animações, mais um longa, entre outros.

Abaixo estão as atrações projetadas para os anos que virão. Vale destacar que os direitos de Star Trek são da ViacomCBS. As séries costumam ser oferecidas pelo serviço on-demand CBS All Acess; contudo, onde ele não está disponível, como no caso do Brasil, essas produções são exibidas em plataformas parceiras, como a Netflix.

Alguns pequenos spoilers na sequência, fiquem avisados!

Star Trek: Discovery — Terceira temporada

Reprodução/CBS

A segunda temporada terminou com um grande gancho, após a tripulação avançar mais de 900 anos no tempo, o que abre uma ampla gama de possibilidades para expandir o cânone de Star Trek. Alex Kurtzman, showrunner do segundo ano, terá a companhia de Michelle Paradise no terceiro ano.

As filmagens terminaram antes das paralisações causadas pela pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2) e atualmente segue em pós-produção, com a equipe encerrando os trabalhos em home office. A expectativa é de que o lançamento aconteça ainda este ano.

Star Trek: Picard — Segunda temporada

Reprodução/CBS All Access

A CBS All Access tinha tanta confiança no sucesso da atração que a renovou antes mesmo de sua estreia, no começo do ano. Para quem ainda não viu, a série segue o icônico capitão Jean-Luc Picard em suas aventuras pós-Frota Estelar. Ao final do primeiro ano, vimos um interessante plot envolvendo um novo corpo robótico, algo que deve ser explorado no próximo arco.

Além disso, como Picard se reuniu com os ex-colegas de equipe William Riker e Deanna Troi, é bem possível que vejamos outras participações especiais. O showrunner é Michael Chabon, roteirista veterano de Hollywood e que emplacou o best-seller As Aventuras de Kavalier & Clay, em 2000. Ainda não há previsão de estreia da segunda temporada.

Star Trek: Lower Decks

Reprodução/CBS All Access

A CBS All Access aposta em uma animação com textos de Mike McMahan, corroteirista de Rick and Morty e cocriador de Solar Opposites. A atração terá uma ambientação cômica sobre a vida cotidiana de personagens menos badalados da Frota Estelar, na pequena nave USS Cerritos. A trama é canônica e acontece em 2380, após os eventos do filme Star Trek: Nêmesis.

O elenco de vozes do programa inclui Tawny Newsome, Jack Quaid, Noël Wells, Eugene Cordero, Dawnn Lewis, Jerry O'Connell, Fred Tatasciore e Gillian Vigman. Deve chegar ainda este ano.

Star Trek: Section 31

Reprodução/CBS All Access

Este é o primeiro spinoff de Star Trek: Discovery anunciado pela CBS All Acess. Michelle Yeoh deve ser a grande protagonista, no mesmo papel da ex-imperatriz terráquea do universo espelhado, Philippa Georgiou. Depois de perder suas tropas na primeira temporada de Discovery, ela acaba na linha temporal principal e é recrutada pelo grupo secreto Seção 31.

A série vem sendo desenvolvida pelos escritores de Discovery, Bo Yeon Kim e Erika Lippoldt. O episódio piloto deveria ser filmado após o fim dos trabalhos da terceira temporada de Discovery, mas a pandemia atrasou esses planos.

Animação da Nickelodeon

Reprodução/Nickelodeon

Este é o primeiro projeto para TV fora do CBS All Access, desenvolvido por Dan e Kevin Hageman, conhecidos por Trollhunters e LEGO Ninjago. Ao contrário de Lower Decks, a animação é destinada ao público infantil, na tentativa de criar uma nova audiência para Star Trek.

A trama prevê um grupo de jovens personagens que descobre uma nave abandonada da Frota Estelar. A produção é uma parceria da CBS e do Nickelodeon, ambos membros do mesmo conglomerado que surgiu da fusão entre Viacom e CBS. Ainda está longe da estreia, até porque está no processo inicial de gestação.

Star Trek: Strange New Worlds

Reprodução/CBS All Access

Este é um dos projetos mais aguardados, pois trará de volta a clássica USS Enterprise, que apareceu na segunda temporada de Star Trek: Discovery. Essa participação nostálgica deixou os fãs boquiabertos e foi o suficiente para a CBS All Access apostar em mais um derivado dessa série, com a confirmação em maio.

A produção está sob os cuidados de Akiva Goldsman, que também escreveu o episódio de estreia. Segundo ele, “Strange New Worlds apresentará otimismo clássico em Star Trek e narrativas episódicas”. Anson Mount retorna como Capitão Christopher Pike, o comandante da Enterprise antes da era de James Kirk. Rebecca Romijn reprisa seu papel como número um, a primeira oficial de Pike; enquanto Ethan Peck encarna Spock.

Ainda não há previsão de estreia, pois as gravações nem mesmo começaram.

Possível filme de Quentin Tarantino

Reprodução/Comic Book

Aqui entramos no terreno mais instável dos próximos projetos de Star Trek. Bem, em 2016, antes mesmo da estreia de Star Trek: Sem Fronteiras, a Paramount já havia anunciado o próximo capítulo do reboot da franquia nos cinemas, que teria novamente a participação de Chris Hemsworth como George Kirk, pai do capitão James T. Kirk interpretado por Chris Pine. Só que… Sem Fronteiras flopou nas bilheterias.

Os maus resultados fizeram a Paramount renegociar os contratos das estrelas do elenco, com um orçamento mais baixo, o que levou tanto Pine quanto Hemsworth a desistirem do projeto — embora ambos tenha, na verdade, reclamado do roteiro. Star Trek 4, então, foi descontinuando. Contudo, o estúdio continuou em busca de alternativas.

Eis que uma ideia veio de uma fonte inesperada, quanto Quentin Tarantino levou a J.J. Abrams, o grande responsável pelo reboot de Star Trek nos cinemas, uma ideia para um “Pulp Fiction no espaço”. Os planos iniciais parecem ter agradado e o roteiro inicial até mesmo teria sido esboçado por Mark L. Smith.

O próprio Tarantino confirmou sua participação na formulação dessa história, contudo, ao longo do tempo ele disse que não poderia se envolver profundamente com o desenvolvimento desse projeto. Assim, esse “Star Trek 4 Pulp Fiction” segue na geladeira, com a Paramount ainda tentando viabilizá-lo de alguma maneira. Ou seja, não espere um lançamento dessa empreitada tão cedo — se é que vai mesmo se concretizar algum dia.

Star Trek de Noah Hawley

Reprodução/Paramount

Enquanto a ideia de Tarantino continua suspenso, a Paramount vem tentando retomar a franquia no cinema de seu próprio jeito, a partir da contratação de Noah Hawley. O cineasta conseguiu bons resultados com as séries Legião e Fargo e foi recrutado para escrever e dirigir Star Trek 4. A trama do filme segue em segredo e não há nem mesmo a confirmação de que tenhamos os mesmos personagens ou elenco dos três filmes anteriores.

O Simon Pegg, presente desde o primeiro longa dessa fase de reboot, afirmou recentemente que não tem certeza sobre seu envolvimento. Ou seja, pode ser que tenhamos mais um reinício da franquia ou a troca completa de elenco, o que, segundo fofocas de bastidores, parece ser mais provável.

Atração para TV misteriosa

Reprodução/CBS

Para completar essa “ronda”, a CBS teria mais uma atração para as telinhas, ainda não revelada. No começo deste ano, Alex Kurtzman confirmou que dois novos projetos deste ano. Um deles foi confirmado como Star Trek: Strange New Worlds, mas o outro ficou mantido em sigilo — e, claramente, não se trata de Star Trek: Section 31.

Rumores ventilados nos bastidores da indústria nos últimos meses indicam que a companhia deve explorar outros aspectos populares da franquia. Nicholas Meyer, diretor de Star Trek II: A Ira de Khan (1982) disse que chegou a escrever uma minissérie em três partes sobre o personagem. Isso faz sentido, já que a interpretação de Benedict Cumberbatch e a própria trama de Star Trek: Além da Escuridão (2013) colocaram Khan em destaque novamente.

Os burburinhos também cogitam algo relacionado à Academia da Frota Estelar, com uma atração baseada no cotidiano dos cadetes. Contudo, a CBS não confirmou nada disso, então, tudo é possível. Com essa indefinição e os trabalhos em Hollywood voltando aos poucos devido à pandemia, nada disso deve chegar à TV tão cedo.

Fonte: Comic Book  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.