10 melhores filmes com loop temporal

10 melhores filmes com loop temporal

Por Durval Ramos | Editado por Jones Oliveira | 21 de Fevereiro de 2022 às 20h00
Universal Pictures, Columbia Pictures, Warner Bros

Histórias de viagens no tempo são bem comuns na ficção, mas o cinema parece ter se interessado por um tipo específico de trama dentro desse subgênero: os loops temporais. São aquelas distorções no tempo em que os personagens são obrigados a viver o mesmo dia infinitas vezes ou entram em um ciclo de vida e morte sem fim.

Trata-se de uma forma bastante criativa de explorar a metáfora da rotina e de apresentar uma jornada na qual o herói precisa quebrar esse ciclo e se livrar dessa repetição de eventos em que está preso. E é uma estrutura tão versátil que funciona tanto na comédia quanto no terror e na ação.

Por isso mesmo, vimos uma explosão de produções que se apoiam no loop temporal para surpreender o público e apresentar roteiros bem interessantes e que mostram como é sempre possível trazer algo de novo mesmo dentro de um gênero já bastante conhecido. Pensando nisso, o Canaltech selecionou os 10 melhores filmes com loop temporal para você assistir.

10. Revivendo o Natal

Um romance levinho bem no clima de Natal (Divulgação/Freeform)

Para começar nossa lista, eis o filme mais água-com-açúcar possível: uma comédia romântica de Natal. Como o próprio nome já deixa bem claro, Revivendo o Natal traz uma história centrada no feriado mais amado do ano com uma jovem que vai reviver a data algumas dezenas de vezes até conseguir resolver todos os seus problemas.

Tudo começa quando Kate (Amy Smart) tenta reatar com o ex-namorado na mesma noite em que tem um encontro com outro cara. É óbvio que o plano dá errado e a noite se torna uma tragédia romântica sem precedentes — e eis que o milagre de Natal permite que ela reviva a data por mais 12 vezes até que ela aprenda com seus erros e consiga resolver seus problemas.

Revivendo o Natal está disponível no Disney+.

9. Terror nos Bastidores

Sabe quando você assistiu tanto a um filme que poderia viver dentro dele? Terror nos Bastidores parte justamente dessa ideia e usa o fato de seus protagonistas terem sido levados para dentro de um filme antigo para criar o loop temporal. Afinal, se você entrou em um VHS, basta rebobinar para tudo voltar a ser como era antes.

O mais interessante aqui é como o longa usa essa distorção de tempo e realidade para misturar terror e comédia. Como os personagens são levados para dentro de um slasher antigo, temos todos os clichês do estilo sendo repetidos e o grupo precisa sobreviver a esse assassino misterioso, mas contando com o fato de poderem voltar caso tudo dê errado.

Assim, ele se torna uma sátira divertida com filmes como Pânico e Sexta-Feira 13, mas misturando a bagunça que o loop temporal oferece — e funciona muito bem.

Terror nos Bastidores está disponível na Netflix e para compra e locação no Claro Video, Google Play e iTunes.

8. Mate ou Morra

O loop temporal é um ótimo artifício para ser explorado junto com a dinâmica de um videogame. Afinal, a ideia de morrer e voltar para o início do dia é basicamente o conceito do checkpoint de qualquer jogo. E Mate ou Morra usa justamente isso para brincar com essa distorção do tempo em sua trama.

Na história, um ex-militar é obrigado a reviver o dia de sua morte infinitas vezes. Só que, ao encontrar uma estranha mensagem de sua mulher indicando que ele precisa escapar desse ciclo para salvar sua família, ele decide ir contra esse ciclo sem fim. Assim, ele passa a aprender com cada uma de suas derrotas para chegar até onde as respostas para esse estranho fenômeno estão e evitar uma tragédia ainda maior.

Mate ou Morra é estrelado por Frank Grillo e tem nomes de peso em seu elenco, como Mel Gibson e Naomi Watts. O longa está disponível no iTunes, Looke e Google Play.

7. A Morte Te Dá Parabéns

O terror também tem espaço dentro do loop temporal e A Morte Te Dá Parabéns usa isso muito bem para mostrar como essa ideia de você reviver sempre o mesmo dia pode ser um enorme inferno — principalmente quando você sabe que vai ser morto a qualquer momento.

E é isso que torna a trama tão interessante. Afinal, se você sabe que o assassino está chegando, é possível se preparar para superá-lo, não? Só que a prática é mais complicada do que a teoria e o que temos é uma protagonista que acaba morrendo de diferentes formas — e que precisa achar um jeito de quebrar esse ciclo e descobrir quem está por trás desses crimes.

A Morte Te Dá Parabéns está disponível no Now, Claro Vídeo, Google Play e iTunes.

6. Antes Que Eu Vá

E é claro que essas distorções de tempo também servem para fazer aqueles dramas perfeitos para você chorar. E Antes Que Eu Vá é um exemplo perfeito de como a ideia de reviver seus últimos dias de vida é um soco no estômago que nos lembra da importância de aproveitar bem cada momento e as companhias enquanto podemos.

Na história, Samantha (Zoey Deutch) tem uma vida perfeita ao lado da família e amigos. Só que ela acaba morrendo em um acidente repentino e, misteriosamente, entra em um ciclo de reviver sua última semana de vida. Assim, ela tem tanto a oportunidade de se despedir de todos, corrigir alguns erros e entender o tamanho da dor que a sua ausência vai causar em todos à sua volta. Prepare o lenço.

Antes Que eu Vá está disponível no Telecine, Microsoft Store, Google Play, iTunes e Looke.

5. O Mapa das Pequenas Coisas Perfeitas

Voltando para a leveza das comédias românticas, O Mapa das Pequenas Coisas Perfeitas deixa a tristeza de lado para usar o time loop como o ponto de partida de um bonito romance.

Tudo isso porque dois adolescentes se descobrem presos de um mesmo dia. E aquilo que começa parecendo ser um pesadelo rapidamente passa a revelar coisas bastante boas — ainda mais quando você não é o único a perceber esse caráter cíclico da existência. Assim, Margaret (Kathryn Newton) e Mark (Kyle Allen) passam a ficar mais próximos na tentativa de aproveitar da melhor maneira possível esse loop — e, consequentemente, nasce um algo mais dessa amizade.

É um romance adolescente bem leve, mas muito bonitinho e que mostra muito sobre a beleza que se encontra na rotina a dois.

O Mapa das Pequenas Coisas Perfeitas está disponível no Prime Video.

4. O Predestinado

Agentes especiais que viajam no tempo não são nenhuma novidade no cinema, mas O Predestinado usa esse argumento bem conhecido de forma bastante competente ao colocar seu misterioso protagonista — vivido pelo sempre excelente Ethan Hawke — vivendo um loop enquanto tenta impedir assassinatos que vão acontecer no futuro.

É aí que o ciclo tem início, já que ele entra em um jogo de gato e rato com seu alvo, viajando no tempo e voltando sempre à estaca zero de sua caçada.

O Predestinado está disponível para compra e locação na Microsoft Store, iTunes e Google Play.

3. Contra o Tempo

Contra o Tempo tem uma das ideias mais interessantes e ousadas dentro do subgênero do loop temporal. Embora também se aproveite do conceito do homem que morre e tem uma segunda chance para evitar a tragédia, esse retorno não é de uma semana ou um dia — mas de apenas oito minutos.

Assim, Jake Gyllenhaal tem que correr contra o relógio quase que literalmente para tentar encontrar o terrorista que colocou uma bomba no trem em que ele estava a bordo. Só que há um detalhe que difere o longa de tudo: cada retorno é feito a partir de um corpo diferente de uma pessoa que estava no local da tragédia. Assim, essa busca pelo criminoso acontece à medida que ele troca constantemente de identidade.

Contra o Tempo está disponível na HBO Max e Prime Video e para compra e locação no iTunes.

2. No Limite do Amanhã

Baseado em um mangá, o filme estrelado por Tom Cruise também se apropria dessa lógica do videogame e do checkpoint para criar um loop temporal que serve muito bem à ação. Assim, temos um herói no meio de uma guerra contra alienígenas e voltando ao começo de tudo sempre que é derrotado.

E o que torna No Limite do Amanhã é que ele mostra muito bem essa evolução do personagem, que realmente aprende com cada morte e volta para o próximo round com mais habilidades e consciente do que fazer para enfrentar esses inimigos. E tudo isso com um visual futurista muito legal.

No Limite do Amanhã está disponível na Netflix e HBO Max e para compra e locação no Now, Microsoft Store, Looke, iTunes e Amazon.

1. Feitiço do Tempo

Quando o assunto é loop temporal, não tem como competir com Feitiço do Tempo. O filme de Bill Murray é tão icônico dentro desse conceito que o dia da marmota — evento que acontece na trama e que dá título ao longa na versão em inglês — virou sinônimo dessa repetição de um dia também fora das telas. E tudo em um tom muito leve como é típico das comédias dos anos 1990.

Na trama, um repórter que só cobre assuntos irrelevantes vai a uma pequena cidade fazer uma matéria sobre o tal Dia da Marmota, um feriado aleatório criado por lá. E é justamente querendo sair logo daquele lugar é que ele se vê preso em um feitiço que o obriga a viver incessantemente o dia 2 de fevereiro — e aí ele precisa tanto se acostumar com essa nova rotina quanto escapar dessa maluquice.

Feitiço do Tempo está disponível no Now, Google Play, Claro Vídeo, iTunes e Amazon.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.