Lamb | Trailer do terror cria "crossover" entre os polêmicos Mãe! e Midsommar

Lamb | Trailer do terror cria "crossover" entre os polêmicos Mãe! e Midsommar

Por Laísa Trojaike | Editado por Jones Oliveira | 29 de Julho de 2021 às 19h05
A24

O terror cultizeira da A24 é profundamente marcado pelos lançamentos de Ari Aster (Hereditário e Midsommar: O Mal Não Espera a Noite) e Robert Eggers (A Bruxa e O Farol), aos quais se junta o diretor Valdimar Jóhannsson, até então conhecido por seu trabalho nos efeitos visuais de sucessos como A Guerra do Amanhã e Rogue One: Uma História Star Wars. Com o trailer de Lamb, liberado nesta semana, no entanto, a produtora mostra que também está entrando no universo de autorreferências.

A direção de arte de Midsommar é tão incrível ao criar a ambientação do culto sueco que os ornamentos florais criados para a obra se tornaram um símbolo já diversas vezes referenciado em filmes de terror. Enquanto os demais prestam uma clara homenagem, o surgimento da referência em outro filme da A24 levanta suspeitas de conexões mais substanciais entre as obras.

Enquanto no filme de Aster a coroa de flores simboliza alguns momentos das festividades, com a mais bonita delas servindo à coroação da Rainha de Maio, o filme Lamb não traz menção alguma às festividades do solstício de verão, a não ser a icônica coroa. A partir disso, Margaret Lockyer, do CBR, especula uma conexão mais profunda entre os dois filmes:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

"Talvez a coroa que Maria faz para seu cordeiro funcione de maneira semelhante na história. O trailer parece sugerir que Maria aceitou este cordeiro misterioso como um substituto para uma criança, tratando-o como um bebê de verdade e como parte de sua família. Ela está tirando esse cordeiro de seu mundo natural e doutrinando-o na vida de um ser humano. Ela está fazendo isso por meio de atos de bondade e devoção, embora seu comportamento seja corrompido e distorcido. Maria concede a este cordeiro uma coroa de flor, assim como o culto dá a Dani como símbolo de sua nomeação".

As coroas de Midsommar, à direita, e de Lamb à esquerda (Imagem: Reprodução/A24)

Com essa análise, a coroa de flores começa a se sedimentar no imaginário dos fãs de terror como um simbolismo para aceitação e, retrospectivamente, podemos revisitar os filmes que já utilizaram essa referência para ver se ela de fato funciona nesse mesmo sentido ou se o significado desse simbolismo ainda está se moldando antes de atingir o status de clichê.

Para além disso, parece bastante óbvio que Lamb evoque o imaginário cristão, sobretudo pelo fato de que a personagem de Noomi Rapace se chama Maria e porque ela é a mãe de pet de um cordeiro (que provavelmente não é de Deus). Se o bode branco se revelar do mal (como parece ser o caso), podemos ter também a referência ao Black Phillip de A Bruxa. O movimento executado pelo filme, embora seja complexo e motivo para muita polêmica, reflete o sintoma do pastiche que tomou conta de toda a arte pop (mesmo daquela que pensa ser apenas cult) e, agora, encontra menos resistência nos cinemas a partir do culto crítico às raízes proposto por filmes como os da Netflix e da Marvel-Disney.

O pôster, o subtema cristão e as palavras "mãe-natureza" também evocam o polêmico Mãe!, de Darren Aronofsky:

Imagem: Reprodução/A24

Lamb tem estreia prevista para o dia 8 de agosto de 2021.

Fonte: CBR

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.