Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

MSI planeja lançar novas versões do console MSI Claw a cada 2 anos

Por| Editado por Jones Oliveira | 16 de Janeiro de 2024 às 10h55

Link copiado!

MSI / Divulgação
MSI / Divulgação

Em entrevista durante a CES 2024, a MSI confirmou que já está trabalhando em uma nova versão de seu console MSI Claw. Anunciado no primeiro dia da CES, a fabricante afirma que seu portátil teve um ciclo de desenvolvimento de dois anos, e que planeja manter um ciclo de até três anos para lançar os MSI Claw 2, Claw 3, e assim por diante.

Segundo a MSI, o produto em si já estava pronto para o mercado bem antes, mas ainda não podia ser lançado por utilizar os novos processadores Intel Core Ultra 100H, grande lançamento da Intel de 2023. Por essa razão, a apresentação do portátil precisou esperar o anúncio da própria Intel, e aproveitou a CES para revelar o console em um evento de grande visibilidade.

Continua após a publicidade

Hype dos portáteis

A estratégia da MSI para o MSI Claw reforça a tendência de que a miniaturização de hardwares potentes está criando novos segmentos de produtos. Analisando em retrospecto, antes das placas Pascal da Nvidia, a popularização de notebooks gamer de alto desempenho parecia algo inconcebível, e hoje ela configura um mercado altamente visado por fabricantes de hardware.

Além de servir como porta de entrada de muitos novos usuários ao universo PC Gamer pela comodidade de uma plataforma “plug-and-play”, o poder de alguns modelos atuais já atrai, também, veteranos que buscam portabilidade. Ao que tudo indica, as novas APUs Intel e AMD com gráficos integrados Arc e RDNA abriram as portas para o novo passo na evolução dos portáteis.

Apesar de alguns fracassos pontuais - sim, o PS Vita -, historicamente o setor dos portáteis sempre teve seu espaço quando analisamos o sucesso do GameBoy, Nintendo DS e, mais recentemente, Nintendo Switch. Contudo, a limitação dos hardwares compactos fazia com que eles não competissem com o segmento gamer mainstream, mas caminhassem em paralelo.

Agora, já é possível jogar os mesmos títulos AAA em dispositivos um pouco maiores que alguns smartphones, e muito mais leves que notebooks com GPUs dedicadas. Essa evolução é ainda mais interessante para as desenvolvedoras de jogos, que não precisam mais lançar títulos específicos para hardwares mais limitados.

Naturalmente, o mercado PC Gamer de desktops e notebooks topo de linha não deve ser ameaçado, ao menos por enquanto, por entregarem a melhor qualidade gráfica possível. No entanto, é possível, sim, entender que a aposta da MSI, e possivelmente também da ASUS, Lenovo e Vale, seja acertada, e os consoles portáteis vieram para ficar, justificando novos produtos em ciclos acompanhando os saltos geracionais das APUs.

Continua após a publicidade

🛒 Compre console ROG Ally pelo melhor preço!

🛒 Compre console Nintendo Switch pelo melhor preço!

Fonte: IGN