Empresas se unem e criam grupo para estabelecer padrões para computação na nuvem

Por Redação | 24.07.2015 às 09:20

Grandes empresas do mercado de computação na nuvem se uniram para a criação de um grupo que ajude a padronizar aplicações que rodam na nuvem. O Cloud Native Computing Foudation foi criado com suporte e apoio de grandes nomes da indústria de tecnologia da informação e serviços online como Cisco, Intel, VMware, IBM, Docker e Joyent, eBay, CoreOS e Twitter.

Segundo Jim Zemlin, diretor executivo da Linux Foundation, que organiza o grupo, as empresas estão "vendo uma mudança para uma nova plataforma de desenvolvimento de aplicações e gerenciamento de data centers, baseada em tecnologias de contêiner e orquestração, bem como entrega de tecnologias em busca de alta escala na web".

O Kubernetes é um dos primeiros pacotes de software que serão gerenciados pela fundação. Ele consiste em um sistema originalmente desenhado pelo Google para gestão de um grande número de contêineres virtuais. Na terça-feira (21), o Google anunciou que tem a intenção de apresentar uma versão em produção da ferramenta.

O Cloud Native Computing Foundation tem como um de seus principais objetivos ajudar na coordenação do desenvolvimento de sistemas que serão usados para criar arquiteturas de microsserviços, uma abordagem emergente no design de sistemas, sem que para isso seja necessário utilizar fluxos pesados de trabalho. As aplicações criadas a partir dessa abordagem são quebradas em múltiplos componentes e empacotadas em contêineres virtuais para que sejam movidas de um lado a outro ou duplicadas com mais facilidade. Tanto o Google como o Twitter orbitam nesse tipo de arquitetura fragmentada em componentes, avaliando que é a forma mais eficiente de gerir ambientes complexos e de aplicações largamente utilizadas.

Tais companhias usam diversos elementos open source que são criados com o objetivo de rodar esses microsserviços, no entanto tal tecnologia pode ser difícil de ser usada por empresas com outro perfil sem que um time dedicado de engenharia possa ajudar na adaptação. A fundação quer tornar todo esse processo mais simples de ser adotado pelas companhias a partir da criação de elementos padrões, interoperáveis e com a disponibilização de materiais de apoio que ajudem administradores e desenvolvedores a abraçarem essas iniciativas.

O cofundador e arquiteto de sistemas na Box, Sam Ghods, afirmou que "apesar do aparecimento de muitas ótimas tecnologias, há pouco nível de convergência entre elas, o que pede iniciativas que coordenem ações para promover esse tipo de alinhamento. Criar padrões e estrutura ajudará a criar um ecossistema."

Outro objetivo da fundação é prover uma zona neutra para o gerenciamento de software. Visto que muitos dos programas foram criados inicialmente por empresas individuais, a adição de um grupo que ajude no gerenciamento dos códigos proporcionará às companhias a segurança necessária para que o desenvolvimento de futuros pacotes de software não seja controlado por apenas um fornecedor.

Além de softwares como o Kubernetes, a fundação planeja trabalhar com o Mesophere, que consiste em um sistema desenvolvido para poder coordenar operações de data center que sejam compatíveis como workloads de microsserviços.

Via ZDNet

Fonte: http://computerworld.com.br/cisco-ibm-intel-e-vmware-criam-grupo-focado-padroes-para-cloud-computinghttp://www.zdnet.com/article/cloud-native-computing-foundation-seeks-to-bring-more-cloud-and-container-unity/