Roteirista do filme sobre Jobs explica por que o ator não se parece com o empresário

Por Redação | 08 de Outubro de 2015 às 14h09

Muitas pessoas têm criticado o fato do ator escolhido para interpretar Steve Jobs no mais novo longo sobre sua vida não ser fisicamente parecido com o cofundador da Apple. O intérprete em questão é Michael Fassbender, que já interpretou o mutante Magneto, em X-Men.

O próprio Fassbender já reconheceu publicamente que não se parece com Jobs, mas afirmou nem mesmo acreditar que isso seria necessário. De acordo com ele, essa nunca foi a intenção da produção, e agora Aaron Sorkin, o roteirista do filme, confirma a declaração do ator.

Sorkin disse que esse não é um filme biográfico típico, pois ele é apenas "vagamente baseado" na biografia autorizada escrita por Walter Isaacson. Por este motivo, o ator que interpreta Jobs não precisou passar muito tempo na cadeira do maquiador.

O roteirista, que também escreveu "A Rede Social", reforça que o filme foca em três momentos importantes da vida de Jobs: o lançamento do Macintosh, em 1984, a criação da NeXT, em 1988, e o lançamento do iMac em 1998.

Fassbender

À esquerda, Steve Jobs, e à direita, o ator Michael Fassbender caracterizado como o cofundador da Apple

Embora às vezes a voz de Fassbender se pareça com a de Steve Jobs, fisicamente há pouca semelhança ente os dois, diferente de Ashton Kutcher quando interpretou o cofundador da Maçã em 2013, no filme "Jobs". Talvez o momento em que Fassbender se pareça mais com o empresário seja durante o lançamento do iMac, quando seu cabelo está cinza e ele veste sua memorável roupa preta.

De acordo com o diretor do filme, Danny Boyle ("Trainspotting"), a decisão de não deixar Fassbender parecido com Jobs foi tomada muito cedo. "Nós deixamos muito claro desde o início que isso não se tratava de uma representação física. Era sobre viver, era quase shakespeariano", disse Boyle.

Sorkin concordou com o diretor. "Eu acho que o fato dele não se parecer com Jobs é uma das coisas que sinaliza para o público que isto é uma pintura e não uma fotografia. Isto provavelmente não é o que você esperava ver quando foi ao cinema", disse o roteirista.

Dito isto, é importante lembrar que Fassbendeer não foi a primeira opção para o papel. Durante os anos em que o projeto estava em desenvolvimento, grandes estrelas de Hollywood, como Leonardo DiCaprio e Christian Vale foram cotadas para interpretar Jobs.

“Steve Jobs” estreia no Brasil em 21 de janeiro de 2016. No elenco, além de Michael Fassbender, estão Kate Winslet, Seth Rogen e Jeff Daniels. Nos Estados Unidos, o filme estreia na próxima sexta-feira (9).

Via Business Insider