Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

10 personagens do MCU que são completamente diferentes dos quadrinhos

Por| Editado por Durval Ramos | 04 de Abril de 2024 às 17h00

Link copiado!

Reprodução/Marvel Studios
Reprodução/Marvel Studios
Tudo sobre Marvel

Adaptações de quadrinhos para o cinema parecem receber um escrutínio muito maior que outras obras, como livros e jogos. Seja porque os fãs são realmente apaixonados por esses personagens e seus universos ou pelo simples fato de que qualquer mudança acaba sendo alardeada a quatro ventos por uma parcela bem vocal do público.

Enquanto fidelidade ao material original geralmente é muito importante, até mesmo para não perder a essência do material original, sempre há os exageros de quem é avesso a toda a qualquer mudança. basta ver as reações ao recente anúncio de que o Surfista Prateado será uma mulher no novo filme do Quarteto Fantástico para perceber como esse tipo de reação já virou regra quando o assunto é adaptação de gibi.

Só que esse tipo de mudança aparentemente tão radical não é bem novidade dentro do Marvel Studios, que há anos faz alterações bem significativas na representação de heróis e vilões que chegam aos cinemas. Enquanto os medalhões seguem imutáveis, o estúdio não pensa duas vezes antes de mexer em personagens do segundo e terceiro escalão. E, na grande maioria dos casos, essas alterações funcionaram bem — enquanto outras, nem tanto. Relembre algumas.

Continua após a publicidade

10. Fantasma

Fantasma é a antagonista de Homem-Formiga e a Vespa, filme de 2018, e é uma personagem completamente diferente dos quadrinhos — a começar pela mudança de gênero. Nas HQs, ele era um inventor e técnico em computador que ajudou a criar uma tecnologia que permitia passar por objetos sólidos. Ele foi traído pela empresa que trabalhava, fugindo com sua invenção e apagando toda a sua identidade, virando um agente anarquista, roubando de grandes companhias. Em outras palavras, o cientista louco típico dos gibis.

Já sua versão cinematográfica tem como sua primeira mudança o fato de ser uma mulher. Ava Starr é filha de um antigo colega de Hank Pym quando ele ainda trabalhava para a S.H.I.E.L.D. Esse colega foi demitido e tentou replicar experimentos de Pym, causando a sua morte e a de sua esposa. Ava sobrevive, mas suas moléculas se tornaram instáveis, permitindo que ela atravesse por estruturas sólidas. Ela assume a identidade de Fantasma em busca de vingança e uma forma de reverter a situação para ter uma vida normal — o que garante uma trama bem mais trágica do que nos quadrinhos.

9. Hank Pym

Falando em Hank Pym, ele é um dos principais personagens da Marvel nos quadrinhos, mas que foi relegado a um idoso reclamão nos cinemas. Originalmente, ele é conhecido por criar uma tecnologia que permite diminuir seu tamanho, ficando nas proporções de um inseto. Pym e sua esposa, Janet Van Dyne, assumem as identidades de Homem-Formiga e Vespa, fazendo parte da primeira formação dos Vingadores.

Já no MCU, Hank Pym teve um período vestindo o uniforme do Homem-Formiga quando trabalhava para a S.H.I.E.L.D. em missões secretas durante a década de 70 e 80 — mas que só apareceram em flashback e em What If...?. Já mais velho e tocando sua empresa, Pym vê como uma ameaça o uso de sua tecnologia, recrutando o ladrão Scott Lang para assumir o manto do herói. Lang acabou se tornando o Homem-Formiga principal do MCU, enquanto Pym é um coadjuvante de suas histórias.

Continua após a publicidade

Essa é uma mudança bastante drástica, pois coloca uma das figuras mais importantes dos quadrinhos em segundo plano, quase como um alívio cômico. Como dito, animações como What If...? tentaram remediar isso e dar mais destaque ao Homem-Formiga original, mas não chega nem perto daquilo que os leitores conhecem do personagem.

8. Garra Sônica

O Garra Sônica é considerado o arqui-inimigo do Pantera Negra nos quadrinhos, também atuando como um vilão do Quarteto Fantástico — só que nada disso apareceu de verdade no MCU. Nos gibis, Ulysses Klaw é um físico que projeta uma arma capaz de converter ondas sonoras em massa. O problema é que, para criá-la, ele precisa de vibranium, presente apenas em Wakanda. É a partir disso que ele organiza um grupo de mercenários para roubar o metal e acaba causando a morte do T'Chaka, pai de T'Challa. 

Continua após a publicidade

Klaw acaba tendo a mão amputada após ela ter sido quase destruída na luta contra o jovem que ainda não se tornou o Pantera Negra. Anos depois, os dois se reencontram, reacendendo a sua rivalidade. Além disso, ele assume essa forma de "som sólido", que dá uma aparência bem medonha para o vilão.

No cinema, ele foi rebatizado como Ulysses Klaue, e é um contrabandista de armas que acaba roubando vibranium para fortalecer Ultron em Vingadores: A Era de Ultron, perdendo o seu braço para o vilão. Ele reaparece no filme solo do Pantera Negra, apenas para ser sumariamente executado pelo vilão Killmonger, desperdiçando sua presença no MCU. Em resumo, um vilão clássico da Marvel que foi limitado apenas ao contrabandista bucha de canhão.

7. Yondu

Continua após a publicidade

Yondu é visto como um aliado nos filmes dos Guardiões da Galáxia, sendo responsável por ter roubado Peter Quill da Terra e criado o garoto junto do bando de ladrões e piratas espaciais. Dentro do MCU, ele é o líder dos Saqueadores e traz essa persona mais ligada a um fora-da-lei espacial, sendo um criminoso de bom coração — mas de personalidade bastante dúbia em todos os filmes que aparece.

Já nos quadrinhos, o personagem era bem mais importante e até mais tradicional. O Yondu dos gibis faz parte da formação inicial dos Guardiões, ao lado de Major Vance Astro, Martinex T'Naga e Águia Estelar, e sempre carregou esse postura mais heróica que o MCU nunca representou. Isso sem falar que seu visual não lembra em nada o que James Gunn desenvolveu.

6. Treinador

Continua após a publicidade

O Treinador dos quadrinhos se chama Tony Masters, um vilão que às vezes atua como anti-herói, mas que geralmente trabalha como mercenário para várias organizações criminosas como a I.M.A. e até a Hidra. Ele tem a capacidade de imitar movimentos físicos de qualquer pessoa que observe, conseguindo lutar de igual com praticamente qualquer lutador do universo Marvel que não tenha poderes insanos.

No MCU, sua origem foi alterada para ele, assim como Fantasma, ser interpretado por uma mulher, a atriz Olga Kurylenko, em Viúva Negra. No filme, ela é Antonia Dreykov, filha do general que cuida da Sala Vermelha, instituição que treinou Natasha Romanoff.

Só que essa não foi a única mudança. Além da troca de gênero, a Treinadora do MCU ganhou uma história mais trágica em que ela é controlada mentalmente pelo seu pai. Assim, Antonia possui a mesma habilidade do personagem dos quadrinhos, replicando os movimentos de seus oponentes durante os combates. A mudança trouxe mais possibilidades para a personagem no MCU, vide que ela deve fazer parte de Thunderbolts.

Continua após a publicidade

5. Mandarim

Mandarim é considerado um dos grandes vilões do Homem de Ferro, descrito como um homem chinês que nasceu antes da Revolução Comunista. Após perder seus pais, ele acabou se tornando uma pessoa amarga e megalomaníaca. Extremamente inteligente e habilidade em artes marciais, o vilão tem como fonte de poder dez anéis que ele adaptou de uma tecnologia alienígena que ele teve contato.

E, no MCU, o Mandarim foi vítima de uma grande bagunça. Inicialmente, ele foi retratado em Homem de Ferro 3, interpretado pelo ator inglês Ben Kingsley, em uma versão que era líder de uma célula terrorista dos Dez Anéis, responsável pelo sequestro de Tony Stark no primeiro filme.

Continua após a publicidade

Só que é revelado que esse Mandarim não existe, sendo apenas um ator interpretando um papel numa trama meio maluca criada pelo vilão Aldrich Killian. A recepção a essa mudança foi péssima, fazendo com o estúdio criasse um curta metragem que explicasse que o Mandarim de verdade existia e estava furioso com o ator que se passou por ele.

O personagem foi reapresentado em Shang Chi e a Lenda dos Dez Anéis, dessa vez interpretado pelo ator Tony Leung. Essa versão, chamada de Wenwu, é uma mistura dele com outro vilão da Marvel, Zheng Zu, que é o pai do herói Shang Chi. E, em todas as versões, nenhuma é minimamente próxima dos quadrinhos.

4. Wong

Continua após a publicidade

Nos quadrinhos, Wong era um leal ajudante do Ancião, com gerações de sua família trabalhando basicamente como um mordomo para o Mago Supremo. Quando Stephen Strange, o Doutor Estranho, assume essa posição, Wong passou a acompanhá-lo em suas várias aventuras. Ainda assim, ele é só o mordomo careca que está ali para ajudá-lo nas tarefas diárias do feiticeiro, tendo pouquíssima relevância nas histórias.

O Wong do MCU começou de maneira bastante similar à sua versão das HQs, mas foi ganhando cada vez mais importância a cada nova participação. Tanto é que o personagem se tornou um dos fios conectores de várias produções do MCU, atuando como um companheiro de batalha do Doutor Estranho e foi, por muito tempo, é o Mago Supremo do MCU após Strange ter desaparecido quando metade do universo foi apagado por Thanos.

3. Namor

Continua após a publicidade

A chegada de Namor no universo cinematográfico da Marvel era bastante aguardada pelos fãs, mas a estreia do personagem em Pantera Negra: Wakanda Para Sempre veio cheia de mudanças em relação aos quadrinhos.

A primeira grande mudança está relacionada ao reino de Namor. Se, nas HQs, ele é líder de Atlântida, no cinema, o personagem é chefe de Talocan, cidade submersa baseada na mitologia asteca.

A sua origem mutante também foi alterada, com sua mãe ingerindo plantas colhidas de um solo rico em vibranium, que alteraram sua formação, permitindo que ele consiga respirar fora da água, ao contrário do seu povo. Além disso, ele se tornou alguém com centenas de anos, o que deixou muita gente incomodada no cinema.

Outra mudança sensível pode ser percebida na forma como Namor age, sempre em prol do seu povo, sendo um líder atencioso, enquanto nos quadrinhos, o personagem é arrogante e extremamente xenofóbico e talarico, para o terror de Reed Richards, o Senhor Fantástico.

Continua após a publicidade

2. Mar-Vell

Mar-Vell é mais um personagem que o Marvel Studios resolveu mudar bastante, inclusive de gênero, nos cinemas. Nos quadrinhos, Mar-Vell é o Capitão Marvel original, surgindo como um espião Kree que veio para a Terra como espião.

Ao se tornar um herói, ele lutou ao lado de outros personagens do Universo Marvel. Quando sua revista foi cancelada, o quadrinista Jim Starlin ficou responsável por criar a primeira graphic novel da Marvel Comics, mostrando a morte do Capitão Marvel, que faleceu por conta de um câncer. E, para ser bem sincero, esse foi o ponto alto do personagem nos gibis.

Já no MCU, Mar-Vell é uma cientista interpretada pela atriz Annette Bening em Capitã Marvel. Contra a guerra entre os Kree e os Skrulls, ela viaja para a Terra e assume o nome de Wendy Lawson, entrando em contato com Carol Danvers. 

1. Drax

Drax é um dos membros mais queridos dos Guardiões da Galáxia nos cinemas, indo além de sua presença física imponente e servindo como alívio cômico em vários momentos. Bastante leal, o personagem interpretado por Dave Bautista (Blade Runner 2049) tem grande dificuldade em entender nuances nos diálogos, o que faz com que ele seja engraçado sem querer.

O personagem tem um passado trágico, já que sua família foi massacrada por Thanos e ele busca vingança contra o Titã. Isso não é muito diferente da origem, mas com algumas diferenças notáveis. Nos quadrinhos, Drax era um humano chamado Arthur Douglas. Quando sua família é massacrada por Thanos, sua alma é transferida para um corpo de um alienígena, dando início à sua existência como Drax, o Destruidor.

Nos quadrinhos, Drax é muito sério e extremamente forte, já tendo saído no braço contra Capitã Marvel, Thanos e Adam Warlock, tendo uma presença bem diferente do "porradeiro bonachão" do MCU.