Os 10 filmes mais pirateados da semana (27/01/2020)

Por Sérgio Oliveira | 27 de Janeiro de 2020 às 15h41
Warner Bros

Agora é oficial: janeiro já é praticamente coisa do passado. Apesar disso, nas profundezas da internet os piratas continuam trabalhando a todo vapor para disponibilizar toda sorte de arquivos ilegalmente. Na categoria de filmes, a semana foi marcada por uma movimentação discreta no ranking dos mais pirateados.

De novidade em relação à semana anterior, temos três filmes, sendo um ainda inédito no Brasil. Estamos falando de Luta por Justiça, um drama estrelado por Michael B. Jordan que só deve chegar aos cinemas brasileiros em fevereiro, mas que já está rolando solto nos portais de torrent. Na trama, Jordan é um advogado que abre mão de uma carreira de fama e sucesso para defender prisioneiros negros do Alabama, numa trama que toca forte na ferida do racismo e preconceito.

Entre os que a gente já pôde assistir por aqui, temos a comédia Brincando com Fogo, que muito provavelmente passou despercebido para a maioria nas bilheterias; e o nem tão bom assim Doutor Sono, que decepcionou muita gente por se propor uma continuação do clássico O Iluminado. O que mais surpreende, no entanto, não é nem Doutor Sono estar na lista, mas sim ocupar a terceira colocação.

Ao lado dele, completando o pódio, estão Coringa, com a medalha de prata; e O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio, outro filme que não agradou nem público, nem crítica, mas que de alguma maneira levou o título de filme mais pirateado pela segunda semana consecutiva.

Confira logo a seguir a lista completa com os 10 filmes mais pirateados da semana. Cada produção vem acompanhada de trailer e sinopse, neste que é um ranking meramente informativo.

10. Luta por Justiça

Bryan Stevenson (Michael B. Jordan) é um advogado recém-formado em Harvard que decide trilhar uma carreira diferente: em vez dos lucrativos escritórios da costa leste dos EUA, ele decide se mudar para o Alabama e se dedicar a prisioneiros condenados à morte que jamais receberam assistência legal justa. Ao chegar lá, ele se depara com o caso de Walter McMillian (Jamie Foxx), um homem negro falsamente acusado de um assassinato, mas que nunca teve uma defesa apropriada por conta do preconceito racial na região.

9. Era uma Vez Em... Hollywood

Los Angeles, 1969. O mundo entretenimento está em transformação, e o astro de TV Rick Dalton (Leonardo DiCaprio) e seu dublê de longa data, Cliff Booth (Brad Pitt), estão traçando seu caminho em meio à indústria que eles nem mesmo reconhecem mais. O nono filme de Quentin Tarantino conta com um grande elenco e múltiplas histórias paralelas para fazer um tributo aos momentos finais da era de ouro de Hollywood.

8. Frozen 2

De volta à infância de Elsa e Anna, as garotas descobrem uma história do pai quando ele ainda era príncipe de Arendelle. Ele conta às meninas a história de uma visita à floresta dos elementos, onde um acontecimento inesperado teria provocado a separação dos habitantes da cidade com os quatro elementos fundamentais: ar, fogo, terra e água. Essa revelação ajudará Elsa a compreender a origem de seus poderes.

Leia também: Crítica | Frozen 2 volta às origens para se tornar mais interessante

7. O Preço da Verdade

Robert Bilott (Mark Rufallo) é um advogado de defesa corporativo que fez fama trabalhando em casos de grandes empresas de químicos. Quando fazendeiros chamam sua atenção para mortes que podem estar ligadas ao lixo tóxico de uma grande corporação, ele embarca em uma luta pela verdade, em um processo judicial que dura anos e põe em risco sua carreira, sua família e seu futuro pessoal e profissional.

6. Brincando com Fogo

Jake Carson (John Cena) é um bombeiro extremamente dedicado e rigoroso e não aceita que algo ocorra fora das regras impostas pela corporação. Ao resgatar as crianças Bryan (Brianna Hildebrand), Zoey (Finley Rose Slater) e Will (Christian Convery) com seus companheiros de trabalho, ele enfrenta um enorme desafio: como não consegue localizar os pais do trio, ele e seus companheiros terão de cuidar das crianças, mesmo sem ter a menor ideia de como fazer isso.

5. Malévola – Dona do Mal

Após aceitar se casar com o príncipe Philip (Harris Dickinson), Aurora (Elle Fanning) é imediatamente acolhida pela rainha, sua futura sogra (Michelle Pfeiffer), como se fosse sua própria filha. Revoltada, Malévola (Angelina Jolie) se opõe ao reino e reúne novos aliados para proteger as terras mágicas que compartilham.

Leia também: Crítica | Malévola: Dona do Mal quase não justifica sua existência

4. 1917

Os cabos Schofield (George MacKay) e Blake (Dean-Charles Chapman) são jovens soldados britânicos durante a Primeira Guerra Mundial que são encarregados de uma missão aparentemente impossível: eles precisam atravessar o território inimigo, lutando contra o tempo, para entregar uma mensagem que pode salvar seus colegas de batalhão.

Leia também: Crítica | 1917 é um filme de guerra que carrega a urgência de um mundo em paz

3. Doutor Sono

Quando era criança, Danny Torrance (Ewan McGregor) conseguiu sobreviver a uma tentativa de homicídio por parte do pai (Jack Nicholson), um escritor perturbado por espíritos malignos no Hotel Overlook. Danny cresceu e agora é um adulto traumatizado e alcoólatra. Sem residência fixa, ele se estabelece em uma pequena cidade onde consegue um emprego no hospital local. Mas sua paz está com os dias contados a partir de quando cria um vínculo telepático com Abra (Kyliegh Curran), uma menina com poderes tão fortes quanto aqueles que bloqueiam dentro de si.

Leia também: Crítica | Doutor Sono não sabe ser sequência nem algo realmente novo

2. Coringa

Arthur Fleck (Joaquim Phoenix) trabalha como palhaço para uma agência de talentos e toda semana tem de comparecer a um agente social devido aos seus conhecidos problemas mentais. Após ser demitido, Fleck reage mal à gozação de três homens em pleno metrô e os mata. Os assassinatos iniciam um movimento popular contra a elite de Gotham City, da qual Thomas Wayne (Brett Cullen) é seu maior representante.

1. O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio

27 anos após os eventos de O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final, um novo e modificado Exterminador de metal líquido (Gabriel Luna) é enviado do futuro pela Skynet para exterminar Dani Ramos (Natalia Reyes), uma híbrida de ciborgue com humana (Mackenzie Davis) e seus amigos. Sarah Connor (Linda Hamilton) vai a seu auxílio, assim como o Exterminador original (Arnold Schwarzenegger), numa luta pelo futuro da humanidade.

Leia também: Crítica | O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio conquista só pela nostalgia

Fonte: TorrentFreak

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.