Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

John Wick | 9 ícones do cinema de ação que passaram pela franquia

Por| Editado por Jones Oliveira | 23 de Março de 2023 às 14h05

Link copiado!

Lionsgate, Euro International Films
Lionsgate, Euro International Films

A franquia de filmes John Wick se tornou um belo ar de respiro no cinema de ação, principalmente em seu primeiro título. Com lutas muito bem coreografadas e sequências cada vez mais mirabolantes, a saga se tornou tudo aquilo que os fãs do gênero esperam ver: tiro, porrada, bomba e alguns figurões dando as caras para mostrar quem é que manda de verdade.

Ao longo de seus quatro capítulos, vimos diversos ícones dos filmes de ação dando as caras nesse universo repleto de assassinos. Entre aliados e adversários, Keanu Reeves já se encontrou com algumas lendas tanto do cinema brucutu clássico quanto da nova geração de heróis porradeiros.

São aparições que podem passar despercebidas aos olhos de boa parte do público — afinal, são atores fazendo seu papel —, mas que revelam grandes surpresas e participações mais do que especiais para quem acompanha o gênero e seus clássicos.

Continua após a publicidade

9. Laurence Fishburne

O exemplo mais óbvio dessas participações especiais ao longo da saga John Wick é a de Laurence Fishburne. O ator vive Bowery King, um dos mais valiosos aliados do herói e responsável por armá-lo a cada nova luta. Contudo, não é por isso que o pessoal se lembra do personagem.

A referência imediata que vem à mente de todo mundo sempre que Fishburne aparece na tela é que ele e Reeves viveram outra dupla muito marcante no cinema em Matrix. Na verdade, a relação entre King e Wick é bem parecida com a de Morpheus e Neo, sendo tanto essa espécie de mentor como suporte tático.

Continua após a publicidade

Além de Matrix, o ator também participou de outras grandes produções do gênero, como Assalto ao 13º Distrito, Missão Impossível 3 e A Colônia.

8. Adrianne Palicki

Continua após a publicidade

Depois de tanto tiro e explosão na série John Wick, você pode até não se lembrar, mas a atriz Adrianne Palicki já passou pela franquia. Ela era a Ms. Perkins do primeiro longa, uma das assassinas contratadas para matar o protagonista e que se torna o grande exemplo do que acontece quando alguém quebra a regra de não matar dentro do hotel Continental.

Mais conhecida por ser a agente Bobbi Morse no seriado Agents of S.H.I.E.L.D, ela se tornou um dos principais nomes do cinema de ação moderno. Ela quase foi a Mulher-Maravilha em uma série de TV e ainda é uma das estrelas da franquia G.I. Joe.

7. Ruby Rose

Continua após a publicidade

Outro nome do cinema de porradaria moderno que já encarou Keanu Reeves no soco e na bala foi Ruby Rose. A atriz de 37 anos é uma das queridinhas da internet e foi uma das antagonistas do segundo John Wick no papel de Ares, a assassina e guarda-costas do mafioso Santino D’Antonio.

É nesse contexto que ela vai atrás de Wick e mostra o quanto Rose manda bem em cenas de luta. Sua personagem é uma especialista em combate corporal e artes marciais e a atriz dá um belo sufoco no protagonista.

Em seu currículo, Ruby Rose tem alguns ótimos filmes de ação que mostram ainda mais o quanto ela é ótima em dar porrada em todo mundo. Isso inclui A Protetora, Ameaça a Bordo e xXx: Reativado — aquele que tem o Neymar. Isso sem falar, é claro, da sua passagem conturbada pela série de Batwoman.

6. Mark Dacascos

Continua após a publicidade

Mark Dacascos é um daqueles atores que já participou de um monte de filme fuleiro que todo mundo viu e que, mesmo assim, quase nunca é lembrado. E, em John Wick 3: Parabellum, Hollywood finalmente fez justiça e deu ao ator um papel de destaque.

Protagonista do lendário filme de Double Dragon, Dacascos segue até hoje participando de produções duvidosas e de baixo orçamento que mantém o gênero vivo, como Kickboxer 5: A Redenção, Fúria em Shanghai, Protetor, The Driver e no vindouro live-action de Cavaleiros do Zodíaco.

Em John Wick, ele é mais um assassino que aparece para enfrentar o herói de Keanu Reeves. No caso, ele é o mentor de um grupo de ninjas que, nas horas vagas, tem um restaurante japonês em Nova York. Pois é.

Continua após a publicidade

5. Scott Adkins

Você pode não se lembrar do nome, mas com certeza já viu Scott Adkins em algum filme. Ele se tornou um dos atores mais requisitados do cinema de ação, embora quase nunca apareça como um protagonista ou personagem de grande destaque. No geral, ou ele é um vilão ou aquela capanga cujo nome a gente nunca lembra.

Ainda assim, não dá para desconsiderar que, dentro do gênero, ele é realmente um ícone. Afinal, não é qualquer pessoa que tem um currículo tão vasto a ponto de fazer cinco filmes em um único ano.

Continua após a publicidade

Em John Wick, ele está irreconhecível no novo Baba Yaga. isso porque ele vive o mafioso alemão Killa, que em nada lembra o porte atlético que Adkins traz em trabalhos como Cálculo Mortal, Legado de Mentiras, O Cobrador de Dívidas e O Carma de um Assassino.

Aliás, ele também passou pelo cinema de super-heróis, participando tanto de Wolverine Origens como do primeiro Doutor Estranho, sendo um dos capangas do vilão Caecilius (Mads Mikkelsen).

4. Hiroyuki Sanada

Continua após a publicidade

Outro grande ator que entra para a série em John Wick 4: Baba Yaga é Hiroyuki Sanada, que vive o gerente do Hotel Continental de Tóquio e um grande amigo do herói. Mais do que isso, ele é uma das grandes aquisições da franquia.

Isso porque o ator japonês não é só um astro do cinema de ação, tendo também alguns clássicos dramáticos em seu currículo. Assim, da mesma forma que estrelou o mais recente Mortal Kombat, Trem-Bala, Army of the Dead: Invasão em Las Vegas e 47 Ronins ao lado de Keanu Reeves, ele também está em O Último Samurai e Sr. Sherlock Holmes.

Além disso, Sanada também já passou pelo mundo dos super-heróis em Wolverine Imortal e em Vingadores: Ultimato.

3. Donnie Yen

Continua após a publicidade

O grande adversário de John Wick em Baba Yaga, Donnie Yen é um dos nomes do cinema de kung fu. Tanto que, aos 59 anos, não deixa de lado esse tipo de papel e ainda entrega muito bem essa figura do lutador de artes marciais. Não por acaso, repete o monge cego que interpretou em Rogue One: Uma História Star Wars na hora de encarar Keanu Reeves.

Além disso, ele é a estrela da franquia O Grande Mestre, protagonizou o suspeitíssimo Kung Fu Mortal e esteve tanto no live-action de Mulan como em xXx: Reativado.

2. David Patrick Kelly

Continua após a publicidade

Uma participação especial nos dois primeiros John Wick que pouca gente percebeu é a do ator David Patrick Kelly. Ele faz o personagem Charlie, que é um velho amigo do protagonista e responsável por limpar a cena do crime e desovar os corpos na época em que a série ainda se preocupava com esse tipo de coisa.

É um papel relativamente pequeno, mas que trouxe para as telas um ícone do cinema de ação. Isso porque Kelly não é ninguém menos do que Luther, o vilão do clássico Os Selvagens da Noite — ou The Warriors, se preferir o original —, além de O Corvo e Rodas do Terror.

O filme de 1979 é um cult celebrado por muita gente por mostrar essa Nova York tomada por gangues em que os Warriors precisam travar uma verdadeira guerra com outras facções para voltar para casa e provar sua inocência. Assim, rever o ator tanto tempo depois foi uma bela surpresa.

1. Franco Nero

Mas poucas coisas foram mais surpreendentes em John Wick: Um Novo Dia para Morrer do que a participação de Franco Nero. Aos 76 anos de idade, o ator ícone do western spaguetti apareceu no segundo filme da franquia como Julius, o gerente do Hotel Continental de Roma em uma belíssima e inesperada reverência ao astro.

Isso porque Nero é uma lenda desse tipo de faroeste, sendo um dos rostos mais conhecidos do cinema nos anos 1960 e 1970. Ele é o Django original, de 1966, e participou de vários outros sucessos do gênero, como Tempo de Massacre e Os Violentos Vão Para o Inferno. Além disso, ele é o vilão de Duro de Matar 2 com o papel do ditador Ramon Esperanza.