Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Novo Ford Territory estreia custando menos para brigar com Compass

Por| Editado por Jones Oliveira | 28 de Agosto de 2023 às 10h00

Link copiado!

Paulo Amaral/Canaltech
Paulo Amaral/Canaltech
Tudo sobre Ford

O novo Ford Territory mudou “tudo”. A frase pode parecer exagerada, mas foi dita pelo próprio Rogelio Goldfarb, vice-presidente da marca na América do Sul. Segundo o executivo, a nova geração do SUV médio tem um papel fundamental no portfólio da empresa e entra no mercado brasileiro para “entregar uma relação custo-benefício superior no segmento”.

Importado da China, o novo Ford Territory (que já havíamos visto no Festival Interlagos) chega em versão única, Titanium, com missões bem definidas: mostrar que, além de picapes, o segmento de SUVs também é um “território Ford”, tirar mercado do Jeep Compass e, de quebra, incomodar o Commander, também da Jeep, mas que, na prática, faz parte de um segmento superior — dos SUVs grandes.

“Iniciamos nossa história entre os SUVs com o Bronco, lá em 1966, e vendemos 24,6 milhões no mundo entre 2020 e 2022. O novo Territory será vendido em mais de 60 mercados, pois é um SUV moderno, tecnológico, com linhas esportivas e padrão superior em espaço e conforto”, avisou Dennis Rossini, gerente de marketing da Ford no Brasil.
Continua após a publicidade

O executivo explicou, ainda, o porquê de o planejamento estratégico da montadora ter colocado na alça de mira dois rivais da mesma marca, mas de segmentos diferentes: o Compass e o Commander, ambos da Jeep, montadora que faz parte do Grupo Stellantis.

“O Ford Territory é um rival direto do Compass, mas olhando para o Commander. Ele é uma opção ao Commandar para o cliente que não precisa de um carro com 7 lugares, pois, do ponto de vista de espaço interno e conforto, o Territory é superior”, cravou.

Novo Ford Territory “cresceu e apareceu”

A confiança do executivo é justificada pelos números. O novo Ford Territory cresceu em todas as dimensões e, com isso, está mais próximo do Commander do que do Compass no comprimento (4.630 mm x 4.769 mm x 4.404 mm) e no entre eixos (2.726 mm x 2.794 mm x 2.636 mm ).

Na altura, ele leva vantagem de 24 mm sobre o Commander (1.706 x 1.682) e de 81 mm sobre o Compass (1.625); na largura ele também ganha dos rivais, com 1.936 mm x 1.859 mm do Commander e 1.625 mm do Compass.

A preocupação com o conforto também influenciou diretamente no design do novo Ford Territory. Ricardo Sugimoto, superintendente de design da marca na América do Sul, explicou que as linhas do teto foram pensadas e projetadas para dar uma maior imponência ao carro e mais espaço para a cabeça dos ocupantes da segunda fileira.

Continua após a publicidade
“A diferença de espaço para as pernas, da altura do teto para os ocupantes da segunda fileira de bancos e até de entrada e saída do carro não é sutil em relação aos concorrentes. É brutal”, avisou Rogelio Goldfarb, que compartilhou da apresentação do colega.

Ainda em termos de design, o SUV médio da Ford apresentou a nova linguagem da marca para os SUVs, herdada da família Escape, que é vendida em outros mercados. “De longe se vê pela expressão facial que trata-se de um SUV Ford”, comentou Sugimoto, também dando destaque para os novos conjuntos ópticos Full LED e para a muscularidade do capô e das laterais.

Cabine renovada e mais tecnológica

Continua após a publicidade

Por dentro, o novo Ford Territory também “mudou tudo”, como avisou Rogelio Goldfarb, repetidamente, durante a apresentação. O SUV agora apresenta bancos com acabamento em duas cores, bancos dianteiros com ventilação e ajustes elétricos (10 posições para o motorista e 4 para o passageiro) e teto solar panorâmico com abertura parcial.

O pacote de segurança é bastante completo. O carro tem em sua lista de itens 6 airbags, ISOFIX para cadeirinhas infantis, freio a disco nas quatro rodas, sistema de freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (ABD) e assistência eletrônica de frenagem de emergência (EBA), assistente de partida em rampa, assistente de descida, controle de estabilidade e tração, sistema de monitoramento da pressão dos pneus, assistente centralizador de faixa, controle de cruzeiro adaptativo com Stop & Go, câmera 360 e alerta de tráfego cruzado traseiro.

O campo de tecnologia e interatividade também foi bem coberto pela marca, que equipou o SUV com duas telas de 12,3 polegadas (cluster e central multimídia), carregador wirelles para smartphones, entradas USB-C e USB-A, ar-condicionado digital de duas zonas, troca de marchas no volante, porta-malas com abertura elétrica e sensor hands free e muito mais.

Continua após a publicidade

Motor mais potente e eficiente

O Ford Territory 2024 também chega ao Brasil com um novo motor, mais potente e mais eficiente. Ele agora é Turbo, 1.5 Ecoboost, de Ciclo Otto, com injeção direta e comando variável.

Os executivos explicaram que o Territory tem sob o capô um novo motor, com o mesmo bloco, mas periféricos com tecnologias mais avançadas, novas linhas de injeção, nova pressurização e sistema termodinâmico retrabalhado. Tudo isso tornou o propulsor mais potente, mais eficiente e 4,5 quilos mais leve.

Agora o SUV entrega 169cv de potência com torque de 25,4 kgf/m. O conjunto fica completo com o câmbio automático de 7 velocidades e dupla embreagem banhada a óleo, fazendo o carro de 1.768 quilos acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 10,3 segundos.

Continua após a publicidade

Em questão de consumo, a Ford indicou que varia entre 9,5 km/l e 11,8 km/l (cidade e estrada).

Novo Ford Territory: preço e disponibilidade

A Ford apostou alto em um preço agressivo para alcançar o objetivo de derrubar os rivais Jeep Compass e Jeep Commander de uma só vez. “Estamos oferecendo um SUV com espaço e conforto de Commander para quem não precisa de 7 lugares, mas com preço mais baixo que o Compass”, resumiu Rogelio Goldfarb.

Continua após a publicidade

Antes de revelar o valor oficial cobrado pelo SUV, o executivo mostrou os preços dos rivais, que variam entre R$ 237.190 (Compass S) e R$ 276.290 (Commander Overland). Depois cravou: o Novo Ford Territory custará R$ 209.990, R$ 10 mil a menos que a atual geração à venda no Brasil.

Não haverá pacote de opcionais e o cliente poderá escolher entre 6 opções de cores: Azul Metálico, Vermelho Vermont, Marrom Roma, Preto Toronto, Cinza Catar e Branco Bariloche.

As entregas do Novo Ford Territory estão previstas para começarem já no mês de setembro, e a pré-venda está liberada a partir desta segunda-feira (28) em todo o Brasil.