Publicidade

Mercedes-Benz EQB 250 | Por que comprar o SUV elétrico de 7 lugares?

Por| Editado por Jones Oliveira | 23 de Janeiro de 2024 às 09h30

Link copiado!

Felipe Ribeiro/Canaltech
Felipe Ribeiro/Canaltech

Lançado junto com o Mercedes-Benz EQA e o EQE, o Mercedes-Benz EQB é a versão elétrica do SUV GLB, um dos modelos de entrada da montadora alemã aqui no Brasil. Seu diferencial dentro do mercado de carros elétricos é a possibilidade de legar até sete passageiros com bom nível de conforto, algo que só é possível em modelos bem maiores dentro do segmento, como o BYD Tan.

Compartilhando vários recursos com irmão menor na linha elétrica, o EQB vem para tentar pegar um público diferente justamente por seu espaço maior, com apelo mais familiar e pacato, mas sem abrir mão da tecnologia.

O Canaltech teve a oportunidade de testar o Mercedes-Benz EQB 250 e vai te contar os principais motivos para você comprar um.

Continua após a publicidade

5. Design

Criticado por muitos na versão a combustão, o Mercedes-Benz EQB ficou bem mais bonito do que o GLB. Os retoques na dianteira e traseira, mais leves mudanças na carroceria tornaram o carro bem mais atraente. Além disso, percebe-se uma derivação óbvia do EQA por todo o pacote visual, que recebeu, também, os detalhes da AMG, como as rodas.

Continua após a publicidade

4. Pacote tecnológico

O Mercedes-Benz EQB é praticamente o mesmo carro na comparação com o EQA. Sendo assim, é justo listar que seu pacote de tecnologia é motivo mais do que suficiente para comprá-lo.

De série, ele conta com o sistema ADAS completo, com alerta de colisão frontal, frenagem automática de emergência, piloto automático adaptativo com Stop & Go, direção autônoma nivel 2, alerta de ponto cego, alerta de saída de faixa com correção e sensor háptico no volante, comutação automática do farol alto e frenagem automática traseira.

Além disso, o SUV conta com o MBUX, conhecido sistema operacional da Mercedes que agrega funções de conectividade e comandos de voz ultrainteligentes. Há, também, GPS nativo, cromoterapia e som assinado pela Burmester.

Continua após a publicidade

3. Acabamento

Assim como acontece no EQA, o Mercedes-Benz EQB brilha no acabamento e entrega uma experiência de cabine realmente premium. Há materiais nobres por todo o habitáculo, como aço escovado, soft touch e couro, além de camurça nas portas e bancos — incluindo a última fileira.

Com o carro em movimento, percebe-se, também, um rodar praticamente sem ruídos, com alto nível de isolamento acústico.

Continua após a publicidade

2. Autonomia

O powertrain do Mercedes-Benz EQB é o mesmo do EQA, ou seja, temos um motor dianteiro por aqui que rende 190cv e 38,2 kgf/m. A autonomia, por sua vez, é pouca coisa menor, já que a capacidade segue com 66,5 kWh, mas o peso do carro aumentou um pouco, para 2.110kg. Isso fez com que o alcance, que é de 495km no ciclo WLTP no EQA, fosse para 474km. Muito bom, de qualquer jeito.

Além disso, ele também conta com o sistema de regeneração adaptativo para as baterias.

Continua após a publicidade

1. Espaço interno e porta-malas

Dificilmente teremos um espaço interno tão bom no mercado de SUVs elétricos compactos como temos aqui no Mercedes-Benz EQB. A distância entre-eixos de 2,82m e o comprimento de 4,68m permitem que sete adultos viagem muito bem quando está na configuração de sete lugares. Com cinco assentos, a segunda fileira pode ser arrastada ainda mais para trás, proporcionando um vasto espaço e conforto para quem viaja nesse habitáculo.

Já o porta-malas com a configuração de cinco lugares, dispõe de 495 litros, que podem ser bem aproveitados graças ao ótimo formato do compartimento. Na prática, parece muito maior.

Continua após a publicidade