WhatsApp para Desktop agora tem uma versão beta

WhatsApp para Desktop agora tem uma versão beta

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 23 de Agosto de 2021 às 10h20
Foto: Alexander Shatov (Unsplash)

Finalmente, o WhatsApp liberou versões beta do app para desktop ao público geral. Distribuições de teste do mensageiro receberão novidades antes do canal estável, mas, vale lembrar, nesse período podem apresentar mais bugs e erros do que o normal.

A novidade se encaixa perfeitamente com a adição de suporte para múltiplos dispositivos. Já que os programas para Windows e macOS serão canais independentes da plataforma, é interessante que os recursos destinados às versões sejam avaliados antes de alcançar o grande público.

Versão beta do WhatsApp para desktop receberá as novidades antes da versão estável (Captura: Igor Almenara/Canaltech)

Não está claro se o programa de testes para computador terá vagas limitadas assim como acontece no mobile, mas para participar basta fazer o download do app no site oficial — baixe o beta para Windows e macOS. Assim que instalado e conectado pela primeira vez, seu computador receberá atualizações do canal beta automaticamente, então a experiência não é muito diferente da convencional.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Já tem novidade

E já há novidades exclusivas da versão: usuários com o WhatsApp beta para desktop encontrarão o novo mecanismo de áudio. Testadores podem visualizar as ondas de som do arquivo e escutá-lo antes de enviar em grupos ou chats diretos — função que também está em desenvolvimento para o app mobile do mensageiro.

Áudios agora são apresentados em ondas e podem ser escutados antes do envio (Captura: Igor Almenara/Canaltech)

É importante que participantes do programa de acesso antecipado compartilhem com o WhatsApp as ocorrências de bugs em recursos novos e antigos. Quanto mais informações a plataforma tiver, maior a chance de o erro ser corrigido antes de alcançar a versão final.

Fonte: WABetaInfo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.