Oracle estaria interessada em comprar o TikTok nos EUA e em outros 3 países

Por Felipe Junqueira | 18 de Agosto de 2020 às 13h05
nikuga/Pixabay
Tudo sobre

TikTok

Saiba tudo sobre TikTok

Ver mais

Mais uma empresa teria entrado na disputa pela aquisição de parte do TikTok junto à ByteDance. De acordo com o site Financial Times, a Oracle manifestou desejo em comprar a operação da rede social de vídeos curtos em quatro países: Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia.

Segundo a publicação, fontes familiarizadas com o assunto confirmaram a existência de conversas preliminares entre Oracle e ByteDance, e a primeira “considera seriamente comprar as operações do app” nos países citados. A companhia americana estaria conversando com um grupo de investidores que já possui parte das ações da chinesa.

Ainda de acordo com a reportagem, a Microsoft segue considerada favorita na disputa, que tem ainda o Twitter como potencial interessado.

Corrida contra o tempo

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, emitiu uma ordem executiva com prazo de 45 dias para que uma empresa local compre as operações do TikTok no país ou fará com o app algo parecido com o que fez com a Huawei. A ordem proíbe empresas ou cidadãos dos EUA de fazerem negócios com a ByteDance.

Há poucos dias, estendeu o prazo para 90 dias, conferindo aos interessados um pouco mais de tempo para negociar com calma. Em contrapartida, o candidato à reeleição incluiu na nova ordem que a ByteDance também destrua todos os dados que tiver de usuários do país norte-americano, independente de conseguir concretizar a venda a alguma companhia dos EUA.

Fonte: Financial Times  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.