Microsoft confirma que não há mais Windows Phone em seu estoque

Por Jessica Pinheiro | 19 de Abril de 2018 às 14h27

Era apenas uma questão de tempo até que isso acontecesse, e a hora finalmente chegou. Acontece que a Microsoft ficou sem dispositivos Windows Phone para vender para o público. Então, agora, mesmo que você realmente queira comprar um telefone com o sistema móvel do Windows, provavelmente encontrará alguma dificuldade na tarefa, seja esta qual for.

De acordo com o Venture Beat, o número de Windows Phone disponíveis para compra tem diminuído consideravelmente nos últimos dois anos na Microsoft Store. A aposta, na verdade, era de que os dispositivos móveis já tivessem desaparecido há pelo menos seis meses e, até o momento em que o artigo original foi escrito, haviam apenas dois smartphones restantes no catálogo da loja online. Por fim, nesta quinta-feira (19), houve uma atualização e agora existe apenas a informação de que o produto está fora de estoque.

Alguns dos modelos, dentre os quais podem ser destacados o HP Elite x3 (com dock) e o Alcatel Idol 4S, ainda podem ser encontrados, e são normalmente vendidos por US$ 799 (o equivalente a R$ 2.700 sem acréscimo de impostos) e US$ 299 (um pouco mais R$ 1.000), respectivamente. Já o smartphone Alcatel Idol 4S que vem junto com óculos de realidade virtual, também está fora de estoque.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Os produtos estão se esgotando nas lojas online, sobrando cada vez menos opções para quem quer adquirir um smartphone com sistema Windows (Imagem: Venture Beat)

Novela antiga

Os episódios da descontinuação do Windows Phone já vêm rodando há algum tempo na mídia, desde que o CEO da Microsoft, Satya Nadella, reestruturou a empresa no que diz respeito ao segmento de telefonia móvel. Desde então, na falta de um termo melhor, foi só ladeira abaixo.

Os produtos Windows 10 Mobile, por sua vez, podem demorar um pouco mais para chegarem neste estágio, com seus componentes fora de estoque também. O motivo é porque eles simplesmente não estão vendendo, mesmo com cortes de preços frequentes anunciados pelas lojas. O que acontece é a mais pura rejeição, no fim das contas. Ainda assim, a Microsoft optou por manter a postura e tentar continuar a vender os dispositivos, ao invés de simplesmente retirá-los do mercado.

Por sinal, ainda é possível comprar outros smartphones da Microsoft em lojas online internacionais, só que, em vez de rodarem Windows 10 Mobile, eles executam Android

Fonte: Venture Beat

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.