Publicidade

LG e Meta vão atrasar estreia de rival do Apple Vision Pro, diz site

Por| Editado por Wallace Moté | 22 de Maio de 2024 às 11h52

Link copiado!

Divulgação/Meta
Divulgação/Meta

Após ter planejado em parceria com a LG o lançamento de um rival direto para o Apple Vision Pro em 2025, a Meta pode atrasar em dois anos a previsão de estreia de seu próximo headset avançado. O motivo para o adiamento estaria relacionado com as telas do dispositivo, que precisariam ser aprimoradas. 

A empresa que produzirá esses displays é a LG, que apresentou recentemente um painel de grande resolução de 3.840 × 3.840 pixels por olho, e tecnologia Micro OLED. Para efeito de comparação, essa resolução é ainda mais alta frente ao que é visto no Apple Vision Pro, equipado com 3.660 x 3.200 pixels por olho.

Continua após a publicidade

Também estaria entre as características de peso deste display o brilho máximo de 10 mil nits, considerado extremamente alto. Mesmo que possa parecer um exagero, é importante ter bastante claridade disponível neste tipo de produto, já que lentes do tipo “panqueca” (como as usadas no Apple Vision Pro ou no Quest 3) podem reduzir a iluminação que chega aos olhos em até 90%. 

Outro aspecto que tende a reduzir a iluminação percebida é a chamada "baixa persistência", uma solução que "pisca" os pixels várias vezes por segundo — semelhante ao que acontece com a cintilação PWM em celulares, por exemplo.

No entanto, a diferença principal entre as duas tecnologias é que a usada nos headsets tem como foco reduzir o desfoque de movimento (motion blur), em vez de controlar o nível de iluminação. 

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

No Apple Vision Pro, a tecnologia reduz o brilho original de 5.000 nits para apenas 100 nits percebidos pelos olhos, e por isso é necessário ter telas de brilho muito alto para compensar estas perdas. 

As informações sugerem ainda que a LG estaria preocupada com o lançamento do projeto em virtude de uma possível saturação de headsets com Horizon OS, o sistema operacional usado em modelos da Meta. É esperado que diversos novos representantes sejam apresentados a partir do ano que vem. 

Para completar, um forte concorrente está prestes a agitar o mercado com a chegada de um modelo da Samsung, que rodaria a inédita plataforma Android XR como sistema operacional, fruto de uma parceria com o Google e a Qualcomm.

Continua após a publicidade

O próprio rival produzido pela marca coreana também está com um histórico de atrasos, visto que sua previsão inicial de lançamento apontava para o ano de 2023. Ao que parece, o lançamento do Apple Vision Pro parece ter causado algumas movimentações emergenciais nas empresas concorrentes. 

Fonte: Seoul Economic Daily (em coreano)