Você pode ser proibido de dirigir seu próprio carro a partir de 2050

Você pode ser proibido de dirigir seu próprio carro a partir de 2050

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 06 de Setembro de 2021 às 15h35
Felipe Ribeiro/ Canaltech

A IDTechEx, empresa especializada em pesquisas, revelou um dado interessantes sobre o futuro do mercado automotivo. Segundo levantamento, em 2050 será praticamente um crime se você quiser dirigir seu próprio carro. Isso acontecerá porque o nível de condução autônoma dos automóveis estará extremamente avançado e irá superar qualquer habilidade humana ao volante, independentemente do tipo de situação.

A pesquisa, chamada "Autonomous Cars, Robotaxis & Sensors 2022-2042", revela que, com a conectividade 5G e o funcionamento das máquinas e robôs nos carros, os erros serão cada vez mais raros. Além disso, acidentes que acontecem devido a distrações como celulares, luzes fortes ou condições climáticas serão completamente eliminados com a direção autônoma.

Mas proibir você de dirigir seu xodó no fim de semana não será tão simples. Segundo o estudo, os carros autônomos já vão superar os seres humanos em 2024 se o nível de desenvolvimento das empresas e softwares seguir no ritmo atual. Entretanto, será necessário que esses veículos possam atender a toda uma demanda da população, algo que seria possível somente em 2050, segundo os cálculos da empresa.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O Volvo XC60 é um dos carros mais seguros do mundo (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Atualmente, os veículos de passeio mais próximos da condução autônoma à disposição das pessoas para compra são os carros da Tesla e da Volvo, que contam com um sistema de direção capaz de identificar curvas, carros à frente e até sinais de trânsito. Outras marcas, porém, equipam seus veículos com recursos de segurança semiautônomos, como o piloto automático adaptativo, o alerta de ponto cego, sistema de permanência em faixa e frenagem automática de emergência.

Também vale lembrar que existem diversas empresas no mundo testando carros autônomos, mas com a maioria esmagadora prevendo sua utilização totalmente controlada e para transporte de passageiros ou cargas em modo comercial, não recreativo. Huawei, General Motors, Waymo, Baidu e Nvidia são alguns dos players com muito investimento nesse promissor segmento.

Fonte: Inside EVs, IDTechEx

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.