LG quer transformar sua casa em um cinema com tela 8K de 325 polegadas

LG quer transformar sua casa em um cinema com tela 8K de 325 polegadas

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 15 de Setembro de 2021 às 08h04
Divulgação/LG

A LG apresentou nesta terça-feira (14) seus novos modelos de paineis gigantes voltados para consumo de conteúdo em ambientes amplos. É a primeira vez que a marca sul-coreana lança um produto desse tipo, com o objetivo de concorrer com a tela The Wall, da Samsung.

Tela pode ter proporção de até 32:9 (Imagem: Divulgação/LG)

Existem diferentes modelos, que podem ser comprados de forma personalizada de acordo com a sala em que eles serão instalados. No total são mais de 30 variantes entre 81 e 325 polegadas — para referência, telas de cinema costumam ter cerca de 540 polegadas — além de proporções que ficam entre o 16:9 padrão até o 32:9 UltraStretch.

A LG fornece um atendimento especial para os compradores dessas telas, com um equipe especializada para instalação do painel e transporte com capas protetoras de tamanhos específicos para evitar arranhões ou qualquer outro tipo de dano.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Além disso, o ato da compra também garante seis visitas de técnicos — espalhadas em três anos — para garantir que o equipamento esteja funcionando da forma mais otimizada possível. Junto com o produto, a LG também entrega partes extras como módulos, receptores e fontes de energia, para garantir que não seja necessário esperar o envio de novos componentes no caso de um reparo. No mais, a garantia estendida é de cinco anos, mas a marca afirma que a vida útil do produto é de dez anos.

Sistema WebOS ainda dá opção de multitela (Imagem: Divulgação/LG)

A tela apresenta tecnologia DVLED, mais avançada do que o LED tradicional, pois apresenta entre 2 milhões e 33 milhões de diodos individuais para formar a imagem completa. Segundo a LG, a tecnologia DVLED pode proporcionar uma melhoria de brilho e contraste, com adaptação automática baseada nas condições de luz do ambiente, algo similar ao encontrado no micro LED usado pela Samsung na nova The Wall.

O painel também tem suporte para AVC H.264 e HEVC H.265 nativos, ou seja, com padrões de compressão que garantem grandes níveis de qualidade de imagem. As opções de conectividade incluem compartilhamento de conteúdos via Miracast e WiDi Wireless Display. A tela também pode servir como um quadro para exposição de artes digitais em modo standby sem a necessidade de intentet, já que possui um armazenamento interno de 3,6 GB. Como esperado, o produto roda o WebOS, sistema opercaional padrão das smart TVs da LG.

Junto com o produto, a LG oferece um atendimento completamente personalizado (Imagem: Divulgação/LG)

Preço e disponibilidade

A LG já disponibiliza seus painéis DVLED para compra, mas o processo é bastante diferente das TVs tradicionais. As telas não são vendidas em lojas físicas, e é preciso entrar em contato com um consultor da marca por site oficial, para escolher a versão correta e ainda personalizá-la para o ambiente desejado.

Por conta da alta possibilidade de personalização, a marca não divulga o preço oficial, já que ele pode variar bastante com os diferentes tamanhos e resoluções — porém, os valores rumorados ficam entre 70 mil dólares (cerca de R$ 368.249 em conversão direta) até 1,7 milhão de dólares (R$ 8,9 milhões).

Fonte: Slash Gear

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.