Sony anuncia Xperia PRO-I com sensor de câmera de R$ 10 mil

Sony anuncia Xperia PRO-I com sensor de câmera de R$ 10 mil

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 26 de Outubro de 2021 às 11h06
Sony

Conforme havia anunciado, a Sony realizou nesta terça-feira (26) um evento para revelar o Xperia PRO-I, novo celular da marca focado em oferecer qualidade de câmera profissional. O aparelho lembra bastante o Xperia 1 III, atual topo de linha da empresa, mas ganha visual ainda mais premium e um conjunto de câmeras repaginado.

Seu maior destaque é o enorme sensor utilizado na câmera principal, com 1 polegada. O componente é o mesmo utilizado em uma das câmeras profissionais da gigante japonesa, desenvolvida para atender aos vloggers.

Xperia PRO-I traz câmera com enorme sensor de 1 polegada

Assim como o irmão da família Xperia 1, o Xperia PRO-I (pronuncia-se "pro-i", ou "pro-ai" em Inglês) é equipado com chipset Qualcomm Snapdragon 888, acompanhado de 12 GB de RAM e 512 GB de armazenamento, com possibilidade de expansão via cartões Micro SD. A tela também é a mesma, com painel OLED de 6,5 polegadas, resolução 4K de 3840 x 1644 pixels em proporção 21:9 e taxa de atualização de 120 Hz.

Há ainda bateria de 4.500 mAh com carregamento rápido de 30 W, conector P2 para fones de ouvido, áudio estéreo com tecnologia de som tridimensional Sony 360 Reality, NFC, Bluetooth 5.2, Wi-Fi 6, certificação IP68 de resistência a água e poeira, o tradicional design de ângulos retos da marca e Android 11, com singelas modificações que incluem múltiplos apps de câmera para diferentes finalidades.

O Xperia PRO-I se destaca pelo visual mais premium e o novo conjunto de câmeras com sensor principal de 1 polegada (Imagem: Reprodução/GSMArena)

Segundo a Sony, a letra "I" presente no nome do Xperia PRO-I vem de "Imaging", em referência ao principal destaque do telefone: as capacidades fotográficas. Depois do Sharp Aquos R6, o dispositivo é o mais novo smartphone do mercado a empregar um enorme sensor de 1 polegada — em comparação, o Xiaomi 11 Ultra, que conta com um dos maiores sensores do mundo, tem "apenas" 1/1.12 polegada.

O componente é o mesmo da câmera para vloggers RX100 VII — econtrada no Brasil por volta de R$ 10 mil — e se concentra em captar mais luz, contando com pixels de 2,4 micrômetros, muito maiores que os pixels do celular premium da Xiaomi, por exemplo, que chegam a apenas 1,4 micrômetro. Como consequência, a resolução máxima é de 20 MP. Outro recurso interessante é o uso de abertura variável, que utiliza um mecanismo semelhante ao implementado pela Samsung no Galaxy S9.

O sensor principal do Xperia PRO-I é o mesmo da câmera RX100 VII, com 1 polegada, mas vale destacar que o componente usa apenas 60% de sua capacidade em virtude das lentes (Imagem: Reprodução/GSMArena)

As lentes podem variar entre f/2.0, para captar mais luz em ambientes com menor iluminação, ou f/4.0, para limitar a entrada de luz e capturar imagens com maior profundidade de campo. O processamento é complementado pelo chip BIONZ X, também vindo da RX100 VII, possibilitando recursos especiais como a captura de 20 imagens por segundo com foco e exposição automáticos habilitados, além de gravação de vídeos em até 4K a 120 FPS.

No entanto, vale destacar que apenas 60% do sensor é utilizado para gerar imagens de 12 MP, o equivalente a um componente de 1/1,31 polegada, similar ao do Google Pixel 6. Essa limitação é resultado das lentes especiais desenvolvidas pela Sony para que a luz cubra todo o sensor sem afetar o tamanho total do telefone. Dito isso, os pixels de tamanho avantajado e a área real de uso ainda são mais encorpados que a maioria dos smartphones modernos.

Acompanham a câmera principal a lente ultrawide de 12 MP, com campo de visão de 124°, e a lente telefoto, que deixa o zoom variável do Xperia 1 III de lado para adotar um conjunto óptico mais comum, com zoom óptico de 2x. Fecha o conjunto de imagem um sensor ToF 3D, para cálculos mais precisos de profundidade.

A Sony também revelou que manterá o Xperia PRO original à venda, já que sua proposta difere do Xperia PRO-I — enquanto o primeiro atua como um monitor secundário para câmeras profissionais, com porta micro HDMI, o segundo visa oferecer as qualidades de uma câmera dedicada em um pacote mais compacto com funções de smartphone, algo que se reflete no preço.

Preço e disponibilidade

O Sony Xperia PRO-I chega somente na cor preta e começa a ser vendido nos EUA e outros mercados selecionados a partir desta quinta-feira, 28 de outubro, com preço sugerido de US$ 1.800, ou algo em torno de R$ 10 mil em conversão direta. A novidade será disponibilizada oficialmente em 10 de dezembro.

Sony Xperia PRO-I: ficha técnica

  • Tela: OLED de 6,5 polegadas 4K, com resolução de 3840 x 1644 pixels, taxa de atualização de 120 Hz, HDR BT.2020
  • Chipset: Qualcomm Snapdragon 888
  • Memória RAM: 12 GB
  • Armazenamento interno: 512 GB
  • Câmera traseira: 12 MP (Principal, f/2.0-4.0, sensor de 1") + 12 MP (Telefoto, f/2.4, zoom óptico de 2x) + 12 MP (Ultrawide, f/2.2, 124°) + sensor ToF 3D (Profundidade)
  • Câmera frontal: 8 MP (f/2.0)
  • Dimensões: 166 x 72 x 8,9 mm
  • Peso: 221 gramas
  • Bateria: 4.500 mAh com carregamento rápido de 30 W
  • Extras: 5G, conector P2 para fones de ouvido, áudio estéreo com Sony 360 Reality, NFC, Bluetooth 5.2, Wi-Fi 6, IP68
  • Cores disponíveis: preto
  • Sistema operacional: Android 11

Fonte: Engadget, GSMArena, The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.