Realme já tem celulares em pré-venda no Brasil e lançamento oficial está marcado

Por Felipe Junqueira | 30 de Novembro de 2020 às 14h00
Divulgação/Realme

A Realme já tem data para começar a vender oficialmente seus primeiros celulares no Brasil, o dia 15 de dezembro, mas os aparelhos já estão em pré-venda em alguns sites do varejo nacional — apesar de ainda na modalidade “envio internacional”.

A reportagem do Canaltech encontrou dois modelos de celular, os Realme 7 e 7 Pro, e mais o fone de ouvido Buds Q na Americanas.com registrado sob a Realme Official Store. Os produtos estão na categoria Mundo, de envios internacionais, e podem gerar taxas ao consumidor quando o produto chega ao país. O link para os Buds Q foi publicado pelo perfil oficial da empresa no Twitter.

Mas o mais interessante é outra informação presente nos anúncios dos Realme 7 e 7 Pro. Os aparelhos estão marcados em pré-venda, mas já possuem uma data fixada para o início das vendas de verdade, que exatamente o dia 15 de dezembro. O prazo de entrega, inclusive, considera esse dia para calcular o tempo até o recebimento do produto.

Produtos oficiais da Realme à venda na Americanas Mundo (Imagem: Felipe Junqueira/Captura de tela)

Ou seja, podemos esperar que a Realme faça um anúncio nas próximas semanas para reforçar sua entrada no país e divulgar oficialmente o início das vendas de celulares por aqui. Em contato com o Canaltech, a empresa justificou que as vendas foram iniciadas com envio internacional "para atender ao pedido dos fãs".

"A Realme iniciou as vendas pelo e-commerce através do envio internacional da B2W para atender ao pedido dos fãs para a Black Friday. Futuramente a empresa pretende ter o próprio e-commerce com o envio local no Brasil", diz a nota completa da Realme enviada à reportagem.

Dentro do esperado

Em conversa com o Canaltech, a diretora de marketing da Realme, Sherry Dong, garantiu que a empresa pretende entrar no país com preços competitivos. Os valores anunciados na Americanas Mundo estão dentro do esperado, apesar de ainda ter a possibilidade de serem cobradas taxas ao consumidor.

O Realme 7, que deve competir com o Redmi Note 9, Moto G8 e Galaxy A31, entre outros modelos na casa dos R$ 1.500 a R$ 2.000, custa R$ 1.831,44. Considerando que é a versão asiática, com câmera principal de 64 MP, é um preço bem razoável pelo aparelho, compatível com os rivais citados.

Segundo o anúncio na loja brasileira, o celular tem tela de 6,5 polegadas Full HD com taxa de atualização de 90 Hz, câmera quádrupla de 64 MP + 8 MP + 2 MP + 2 MP, sendo a principal um sensor da Sony, frontal de 16 MP, processador Helio G95 de 2,0 GHz, 8 GB de memória RAM, 128 GB de armazenamento interno e usa bateria de 5.000 mAh com carregamento rápido de 30 W. E disponível nas cores azul e branco.

Realme 7 Pro é um dos primeiros da marca a chegar ao Brasil (Imagem: Divulgação/Realme)

Já o Realme 7 Pro sai R$ 2.303,19 na pré-venda, preço mais interessante que um Moto G9 Plus, Galaxy A71 ou Redmi Note 9 Pro, concorrentes diretos, se considerarmos os valores de lançamento desses modelos. Não chega a ser preço tão atraente, mas fica dentro do esperado para o mercado nacional, ainda mais considerando dólar a mais de R$ 5.

Este modelo está anunciado com tela Super AMOLED de 6,4 polegadas Full HD, processador Snapdragon 720G, 8 GB de RAM, 128 GB de armazenamento, câmera quádrupla de 64 MP + 8 MP + 2 MP + 2MP e frontal de 32 MP, e usa bateria de 4.500 mAh com carregamento rápido de 65 W, que dá até 40% de carga em apenas 10 minutos na tomada. O Realme 7 Pro ainda tem sistema de som estéreo e também está disponível nas cores azul e branco.

Também podemos aguardar o Realme C15 à venda em breve, dispositivo que também já passou na homologação da Anatel. Além deles, o fone de ouvido Buds Q tem venda no Brasil autorizada.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.