Os melhores celulares em custo-benefício para comprar em 2020

Por Felipe Junqueira | 19 de Agosto de 2020 às 20h30
Francielle Lima/Canaltech

Com os aumentos nos preços de eletrônicos no Brasil depois que a pandemia do novo coronavírus atingiu o país, ficou mais difícil encontrar um bom celular a preço bacana. Para quem quer o melhor conjunto possível pelo preço que pode pagar, a busca pelo novo aparelho se tornou missão quase impossível.

Abaixo, o Canaltech lista os cinco aparelhos que considera os melhores custo-benefício da atualidade, cada um em uma faixa de preço e com características que os tornam únicos dentro de sua categoria. Foi selecionado um modelo abaixo de R$ 1.000, três entre R$ 1.000 e R$ 2.000 e um topo de linha que vale muito a pena atualmente.

Veja abaixo a lista com os cinco melhores celulares custo benefício para comprar em 2020.

Alerta: fique atento à data de publicação desta matéria, pois todos os preços estão sujeitos à mudança sem aviso. Os produtos exibidos aqui são selecionados pela nossa equipe, logo, se você comprar algo, o Canaltech talvez receba alguma comissão de venda.

LG K40s: barateza com resistência extra

Diferencial: certificação militar, que confere mais resistência a quedas e altas temperaturas

A LG ainda faz bastante sucesso nas faixas de preço mais baixas graças à linha K, cujo grande diferencial é a certificação militar. Isso significa que os aparelhos são mais resistentes a quedas, temperaturas extremas e outras situações semelhantes, mas não quer dizer que são inquebráveis.

O K40S entrega conjunto bastante parecido com o seu sucessor, o K41S, mas custa bem menos e, por isso, é considerado um custo-benefício muito bom. O dispositivo tem tela de 6,1 polegadas, bateria de 3.500 mAh, câmera dupla de 13 MP com uma wide de 5 MP, frontal de 13 MP e plataforma MediaTek P22. Em resumo, é um bom celular a preço baixo para tirar fotos, com duração de bateria para o dia todo e desempenho sem engasgos para tarefas mais simples.

Moto G8: hardware e bateria bons pelo preço

Diferencial: muito mais desempenho que outros na mesma faixa de preço

Mas o ideal é sempre buscar algo a mais do que você realmente precisa, pois teoricamente vai durar mais tempo sem dar problema. Nesse sentido, o Moto G8 vai exigir um investimento um pouco maior, mas entrega experiência bem mais interessante e satisfatória para mais de um ano além do que o K40s poderia oferecer. E está abaixo dos R$ 1.200 no momento em que este texto é produzido.

O modelo da Motorola tem tela de 6,4 polegadas, bateria de 4.000 mAh com duração para mais de um dia, e a plataforma Snapdragon 665, bem mais veloz que o Helio P22 do K40s. O conjunto de câmeras, apesar de ser triplo, não é o ponto forte deste modelo, que tem 16 MP na principal, 8 MP ultrawide e 2 MP em um sensor de profundidade. As selfies são feitas com uma câmera de 8 MP mas, assim como na principal, faltou uma estabilização melhor, já que a digital não dá conta em ambientes pouco iluminados.

Motorola One Hyper: diferentão ideal para selfies

Diferencial: câmera frontal em pop-up com boa qualidade de fotos

Muita gente pode pensar que o Motorola One Hyper é só um aparelho diferentão, com câmera frontal escondida em uma gavetinha que se abre quando é acionada. Mas a verdade é que ele é um ótimo celular, com desempenho melhor que todos os Moto G8 e preço pouca coisa superior. O conjunto todo é muito bom para a faixa de preço, que fica por volta de R$ 1.500.

O One Hyper tem tela de 6,5 polegadas sem nenhuma distração no caminho, então é ótima para ver vídeos e jogar, e a bateria de 4.000 mAh dura fácil mais de um dia para quem tem uso moderado. O Snapdragon 675 é ainda mais potente que a plataforma do Moto G8, e o conjunto de câmeras consegue fotos bem melhores, com a wide de 64 MP e uma ultrawide de 8 MP. As selfies são o carro-chefe em fotografia, com um sensor de 32 MP e tecnologia que junta quatro pixels em um para melhorar as fotos com pouca luz — presente também no sensor principal.

Galaxy M31: ótimo conjunto por menos de R$ 2 mil

Diferencial: bateria gigante de 6.000 mAh

Certamente um dos melhores custo benefício deste ano, o Galaxy M31 traz algumas das melhores características dos dois melhores aparelhos da linha Galaxy A: o já poderoso hardware do A51 e o ótimo conjunto de câmeras do A71. Mas o que realmente chama atenção neste celular é a bateria monstruosa de 6.000 mAh, que tem duração para até dois dias de uso moderado.

O Galaxy M31 tem tela de 6,4 polegadas com tecnologia que oferece qualidade ainda melhor que os outros modelos desta lista, e o chipset Exynos 9611 consegue até rodar alguns jogos um pouco mais pesados, apesar de ficar atrás do Snapdragon 675 do One Hyper nesse sentido. O ganho aqui é no conjunto geral, além da câmera ser quádrupla, com uma lentro macro a mais que os outros aparelhos.

Galaxy S10e: top de linha abaixo dos R$ 2.500

Diferencial: melhor conjunto possível no preço mais baixo disponível

E, fechando a lista, temos o Galaxy S10e, que dá um salto no preço mas, considerando tudo o que entrega, é talvez o melhor conjunto dos cinco. É um produto premium, com os melhores recursos disponíveis em um celular moderno, incluindo processador poderoso, conjunto de câmeras para fotos impressionantes e tela impecável.

O único fator de desvantagem do S10e é sua bateria, cuja duração até pode chegar a um dia inteiro, mas de uso bem moderado. De resto, é disparado o melhor aparelho da lista, e por menos de R$ 2.500 é difícil encontrar um modelo tão poderoso quanto o topo de linha da Samsung.

Sentiu falta de algum modelo que entrega ótima experiência pelo preço cobrado? Conta aí embaixo, nos comentários!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.