Lojistas se preocupam com indisponibilidade do iPhone 13 para o final do ano

Lojistas se preocupam com indisponibilidade do iPhone 13 para o final do ano

Por Eduardo Moncken | Editado por Wallace Moté | 22 de Outubro de 2021 às 10h10
Divulgação/Apple

Quem pensou que a crise de chips não atingiria a Apple, pensou errado: apesar de desenvolver seus próprios SoCs, a empresa ainda depende de componentes escassos nas instalações da TSMC e outras. Por isso, muitos talvez tenham que adiar o desejo de colocar as mãos em um iPhone 13 novinho.

Funcionários da própria Apple têm reportado, nos Estados Unidos, que anda difícil montar estoques para as festividades de fim de ano. Esse é um momento de mercado não apenas no país como em todo o mundo, já que a Black Friday e o Natal são épocas de fortíssimo consumo de eletrônicos e eletroportáteis.

(Imagem: Divulgação/Apple)

Alguns lojistas têm até declarado que esse é o pior cenário em muitos anos. Afinal, não é a primeira vez que eventuais atrasos ou demanda acima do esperado geram filas de espera pelos aparelhos da Maçã. Mas dessa vez o problema guarda relação com a baixa capacidade produtiva da indústria — algo um tanto difícil de ser contornado a curto prazo.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Segundo vendedores ouvidos pela Bloomberg, tem se tornado cada dia mais frequente lidar com clientes frustrados que não saem de uma App Store com o produto que desejam.

Quem procura pelo iPhone 13 Pro fica particularmente afetado, pois ele é o mais difícil de ser encontrado, não importa a cor ou capacidade de armazenamento. Mesmo Macbooks e o iMac, anunciado no começo do ano, estão difíceis de serem comprados em grandes quantidades por lojistas — mostrando que o problema é generalizado.

iPhone 13 no Brasil

Nos EUA, a previsão é que novos estoques estejam disponíveis até o final de novembro. Coincidentemente ou não, no Brasil a situação é similar: em pesquisa no varejo online, foi possível notar que apesar de o iPhone 13 ainda estar disponível em diversas configurações, as versões Pro e Pro Max são mais difíceis de serem encontradas.

(Imagem: Divulgação/Apple)

No site da Apple, inclusive, a entrega para os modelos mais avançados é estimada para daqui a quatro ou cinco semanas. Já as versões iPhone 13 Mini e iPhone 13 seriam enviadas entre duas a três semanas. Vale destacar que os celulares chegam oficialmente hoje (22/10) ao país.

A indisponibilidade por aqui, porém, pode ter relação com a possível alta adesão na pré-venda. Entramos em contato com a Apple no Brasil, que disse que não irá comentar.

Vale lembrar que ao lado dos novos celulares a Apple trouxe, também, os Apple Watch 7 e iPad Mini 6 e iPad 9. A empresa promete que até o final do ano vai liberar o Fitness Plus para cá também.

Fonte: Bloomberg, iMore

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.