iPhone 13 Mini usado com MagSafe repete comportamento peculiar do 12 Mini

iPhone 13 Mini usado com MagSafe repete comportamento peculiar do 12 Mini

Por Eduardo Moncken | Editado por Wallace Moté | 24 de Setembro de 2021 às 10h47
Apple

Após o evento de oficialização dos novos iPhones, ficamos sabendo que os novos celulares ficaram mais pesados e grossos. Isso se deve às novas baterias que prometem entre 1h e 2h30 a mais de uso. Porém, o carregamento rápido, cabeado ou via MagSafe, não avançou.

Todos os novos celulares podem ser abastecidos a 20 W com acessório vendido à parte, ou 15 W sem fio no padrão próprio da Maçã (com a mesma fonte de 20 W). Mas, repetindo uma peculiaridade do iPhone 12 mini, o iPhone 13 mini é o único da nova geração que recarrega mais devagar de forma wireless.

Quando o MagSafe é utilizado, o celular mais compacto da Apple só pode alcançar 12 W de potência. Isso significa que apesar da sua bateria menor em relação ao iPhone 13 de 6,1 polegadas, ele não necessariamente terá seu tanque totalmente preenchido mais rapidamente.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

(Imagem: Reprodução/Apple)

Ironicamente, pela sua autonomia menor frente aos irmãos, é nele que uma recarga mais veloz cairia bem. Apesar dessas limitações, a Apple promete que o iPhone 13 Mini dura pelo menos 2h a mais que o iPhone 12 Mini longe das tomadas para reprodução de vídeos, por exemplo. Também segundo a marca, ele alcança 50% de bateria em 30 minutos.

15 W é bastante?

Apesar de recargas a 15 W terem se apresentado como inovação há alguns anos, fato é que o avanço da indústria está colocando isso como algo comum no mercado. Os iPhones, porém, contam com a vantagem do uso de baterias menores, no geral, os deixando assim com um tempo de recarga parecido aos dos concorrentes Android com velocidades de carregamento até maiores — para baterias maiores.

Vale lembrar que há alguns anos a Apple era bastante criticada pela baixa autonomia dos iPhones. O problema parece superado, com os celulares mais atuais da Maçã superando boa parte dos principais rivais em comparativos de bateria. Além disso, a tecnologia MagSafe permite também o uso de um powerbank magnético da empresa, prolongando o tempo dos celulares longe de tomadas.

Fonte: HD Blog, Apple

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.