Huawei Mate 50 Pro: conceito busca antecipar novidades de câmera e design

Huawei Mate 50 Pro: conceito busca antecipar novidades de câmera e design

Por Eduardo Moncken | Editado por Wallace Moté | 26 de Outubro de 2021 às 13h50
HoiIndi

A Huawei tem procurado jogar seguro desde que foi impedida de manter relações com empresas americanas como o Google. Novos celulares da marca chegam a mercados orientais nos quais a Play Store não é tão crucial assim. Por isso, desde o P30 Pro não vemos um smartphone top de linha da empresa no Brasil.

Lá fora o Mate 50 Pro deverá ser o próximo grande celular da Huawei, e nesses últimos anos a chinesa avançou ainda mais em câmera, sendo esperado que esse seja um dos principais destaques do aparelho. Não à toa, o P50 foi lançado com módulos nada discretos de lentes, e segundo um novo conceito, o próximo flagship da empresa também poderá trazer uma caixa de sensores gigantesca na sua traseira.

(Imagem: Reprodução/HoiIndi)

Se o visual criado e divulgado pelo designer @HoiINDI no Twitter trouxer pistas corretas, o Mate 50 Pro pode manter dois grandes círculos para abrigo de câmeras, como o P50 Pro. Mas dessa vez as duas áreas seriam cobertas por um círculo adicional, que tomaria quase toda a região central da metade superior da traseira.

O módulo superior contaria com três sensores, provavelmente para fotografia convencional, ultrawide, e quem sabe um terciário para modo retrato. Outro módulo, abaixo, traria lente periscópica e um sensor adicional possivelmente para zoom óptico de menor alcance — além do flash.

(Imagem: Reprodução/HoiIndi)

Na frontal, o conceito imagina um Mate 50 Pro com tela muito curvada, algo que não vem sendo tão adotado pela indústria mas está presente no P50 Pro, então não seria estranho ser visto também no próximo flagship da Huawei.

Sanções impedem 5G

Partindo para informações mais concretas sobre o futuro flagship da Huawei, ele é cogitado para receber o Snapdragon 898 — que ainda não foi anunciado pela Qualcomm. Porém, pelas sanções dos Estados Unidos, não haveria conectividade 5G.

(Imagem: Reprodução/HoiIndi)

Como muitos podem supor, o fato de abarcar a plataforma da Qualcomm sugere que o modelo não deverá ser anunciado já em 2021, ficando para o próximo ano. Isso pode ter relação, também, com a escassez de chips — que fez inclusive com que a linha P50 chegasse ao mercado muito após o seu evento de oficialização.

Vale destacar serem baixas as possibilidades do Mate 50 Pro ser o ponto de retomada global da fabricante. Mas a boa notícia é que a Honor não esconde que se tornou uma forma de muitas ideias da Huawei atingirem o ocidente, com Play Store e outros serviços do Google embarcados. A empresa trabalha até na sua versão do Mate X2, por isso, pode ser que de alguma forma esse flagship seja um produto globalmente disponível — só que por caminhos alternativos.

Fonte: Twitter

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.