Google oficializa Pixel 6 e 6 Pro com chip Tensor, câmera com zoom de 4x e mais

Google oficializa Pixel 6 e 6 Pro com chip Tensor, câmera com zoom de 4x e mais

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 02 de Agosto de 2021 às 13h30
Divulgação/Google

Após inúmeros rumores, o Google oficializou na tarde desta segunda-feira (2) a nova linha Pixel 6. Composta por um modelo tradicional e uma variante Pro, assumindo o lugar dos antigos XL, a família traz a maior evolução desde o lançamento do primeiro Pixel, encostando em outros dispositivos topos de linha do mercado com um conjunto de câmeras robusto, construção premium e o primeiro chipset desenvolvido pela própria companhia.

Pixel 6 e 6 Pro renovam família de celulares do Google

A família Pixel 6 marca uma nova etapa na popular linha de smartphones do Google, empregando um design completamente novo. Exatamente como apontavam os vazamentos divulgados no início do ano, os modelos contam com traseiras em dois tons, separados por um enorme módulo de câmeras que se estende de um lado ao outro.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A tampa traseira utiliza vidro, enquanto as laterais e o restante da estrutura adotam metal, na cor principal do modelo. O "G" da empresa também ganha mais destaque, aumentando de tamanho e saindo da base para ocupar a região central. Cada um dos aparelhos terá seu próprio conjunto de opções de tonalidade: preto/cinza, verde e rosa/salmão para o Pixel 6, e preto/cinza, branco/prata e amarelo para o Pixel 6 Pro.

O Pixel 6 e 6 Pro chegam em três opções de cores cada, e se diferenciam pelo tamanho da região superior do painel traseiro (Imagem: Divulgação/Google)

A empresa não chegou a divulgar detalhes das telas, mas considerando a precisão dos vazamentos quanto às especificações e o design, podemos esperar que o 6 adote um display OLED Full HD plano, com o 6 Pro empregando um painel OLED Quad HD curvo, ambos com taxa de atualização de 120 Hz. Além disso, para facilitar a identificação de cada variante, o Google utilizou a metade superior do painel traseiro: a região é maior no modelo Pro, e menor na versão tradicional.

Google Tensor: o primeiro chipset da gigante das buscas

Outro ponto também vazado, e recentemente reforçado pelo CEO da fabricante, é o primeiro chipset proprietário do Google, chamado Tensor. O Google Tensor chega para substituir as soluções da família Snapdragon e promete entregar uma experiência muito mais integrada, com foco em Inteligência Artificial (IA) e Machine Learning (ML).

Segundo o Google, esses avanços entregarão uma experiência única de câmeras, reconhecimento de fala e outros recursos. Também não foram divulgados detalhes a respeito do poder de processamento do Tensor, mas de acordo com os rumores, a novidade foi desenvolvida em parceria com a Samsung e é baseada nos chips da família Exynos.

Seu desempenho deve se aproximar ao do Snapdragon 870, utilizado em celulares como o Motorola Edge 20 Pro e o Poco F3, mas com a vantagem entregue pelos aprimoramentos de IA, especialmente no processamento de imagens. A gigante das buscas afirma que o Tensor "é capaz de executar os modelos mais poderosos de IA e ML" da empresa, mas ainda não está completamente claro como isso irá se traduzir na experiência de uso.

Novas câmeras com mais versatilidade

A companhia também decidiu seguir as parceiras de Android ao apostar em um conjunto de câmeras mais versátil e robusto, abrigado no maior módulo de câmeras já adotado em um Pixel, chamado pelo Google de "Camera Bar". Ambos serão equipados com três sensores, ainda desconhecidos, mas há vantagem no Pro — o terceiro sensor conta com sistema de zoom óptico de 4x, que deve se estender ainda mais com zoom digital.

A linha Pixel é reconhecida pela alta qualidade de imagem que conseguia entregar mesmo utilizando sensores antigos. Com a repaginada no hardware de câmera, aliada ao novo conjunto de processamento, podemos esperar por um nível ainda mais alto. Especula-se que a empresa tenha focado em oferecer uma experiência de gravação de vídeos ímpar, que deve servir de modelo para outras fabricantes.

Material You é pilar da interface

Uma das novidades mais interessantes reveladas durante o lançamento do Android 12 foi o Material You. A nova linguagem de design de interface do Google busca ser mais pessoal para cada usuário, permitindo maior personalização, com animações mais fluidas e melhor integração entre ícones, widgets e outros elementos, como o papel de parede, do qual a paleta de cores do sistema é retirado, se adaptando a cada nova imagem.

A gigante das buscas promete que a experiência do Material You será melhor nos novos Pixel 6, mostrando um pouco mais da nova interface, com ícones minimalistas, e do próprio telefone, que deve adotar bordas bastante finas e quase simétricas no display, ponto elogiado no Pixel 5.

Segurança e IA aprimoradas

O anúncio também entra em detalhes a respeito das melhorias de reconhecimento de fala com IA e de segurança que o Pixel 6 trará. O Google revela que a chegada do Tensor permitirá aos telefones "dar enormes saltos" em comandos de voz, tradução, legendas e ditado, sugerindo que o Google Assistente pode ter um papel ainda mais importante na próxima geração de smartphones da marca.

Fora isso, os aparelhos trarão o maior número de camadas de segurança entre todos os celulares, segundo a fabricante, levando em conta o número de camadas de hardware. Isso indica que o Titan M, chip dedicado à segurança visto em modelos mais antigos da linha Pixel, pode retornar, agora acompanhado de mais recursos.

Linha Pixel 6 chega ao mercado em breve

A revelação foi encerrada com a confirmação de que o Pixel 6 e o Pixel 6 Pro serão lançados no outono norte-americano, entre os meses de setembro e novembro. Considerando os rumores e a janela de lançamento das gerações anteriores, a nova linha deve estrear em algum momento de outubro.

Até lá, mais novidades, especialmente detalhes do Google Tensor e os recursos que o chip proprietário da companhia habilitará, devem ser divulgadas. Interessados em acompanhar de perto os anúncios da empresa e conferir com mais detalhes o anúncio de hoje podem se inscrever no site da Google Store dos EUA, através deste link.

Fonte: Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.