Comunicação por satélite do iPhone 13 será exclusiva para países específicos

Comunicação por satélite do iPhone 13 será exclusiva para países específicos

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 06 de Setembro de 2021 às 14h26
Reprodução/ConceptsiPhone

Há algumas semanas, rumores já indicam que a Apple colocará um chip de comunicação via satélites de baixa órbita (LEO) na nova linha de iPhones. Apesar disso, a tecnologia não permitirá mensagens ou chamadas ilimitadas sem a necessidade de um contrato com operadoras telefônicas, já que será uma função exclusiva para situações de emergência. Agora, informações extras indicam que a novidade não estará disponível para todos os mercados, e terá restrições a alguns países.

A informação veio do analista Mark Gurman, do Bloomberg. Ele também aponta que a comunicação via LEO somente funcionará em áreas sem cobertura telefônica, sem especificar exemplos de quais países ficarão de fora. Além disso, Gurman também aponta que a Apple pretende lançar seus próprios satétiles para fornecer a tecnologia sem depender de outras companhias, mas esses planos são reservados para um futuro mais distante. Na linha iPhone 13, a marca irá implementar um chip Qualcomm X60 customizado para permitir a conexão via satélite.

Comunicação via satélite poderá ser uma das novidades da linha iPhone 13 (Imagem: Apple Tomorrow)

Apesar da instalação do novo hardware, não é esperado que a tecnologia esteja disponível já no lançamento — especulado para o dia 14 de setembro. Gurman também aponta que a novidade tem altos custos de produção, e poderia trazer algum tipo de insatisfação por parte das companhias telefônicas. Além disso, a comunicação só funcionaria ao ar livre, e o tempo de conexão com o satélite demoraria cerca de um minuto.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Tecnologia não levará ao fim das operadoras

iPhone implemetará um chip da Qualcomm para comunicação via satélite (Imagem: Reprodução/ConceptsiPhone)

Quando os primeiros rumores foram divulgados, cresceu a expectativa em torno da possibilidade de comunicação sem a necessidade de um contrato de operadora, e consequentemente sem um cartão SIM. Analistas logo explicaram que a tecnologia será utilizada somente para emergências, como acidentes de carro ou avião, naufrágios ou eventos climáticos graves, como tempestades ou terremotos. Além disso, a marca pode fazer uma espécie de integração com hospitais e outras instituições de saúde, divulgando informações como tipo sanguíneo, histórico médico e alergias, informações vitais em situações de crise.

Portanto, os usuários dos novos iPhones ainda precisarão das companhias telefônicas para chamadas e mensagens, e, segundo Gurman, a Apple não tem planos de implementar a comunicação via LEO para usos do dia a dia "nem agora, nem no ano que vem ou em um futuro próximo".

Outra fabricante que trará a tecnologia de comunicação via satélite é a Huawei, que pode lançar o Mate 50 com função de SMS via Beidou — uma transmissão por satélite local. Assim como no caso dos iPhones, não é confirmado que ele enviará mensagens ou fará chamadas de forma livre, ou se será exclusiva para situações de emergência. O aparelho deve ser lançado na China no período entre o fim deste ano e o início de 2022.

Fonte: Wccftech

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.