Como fazer o root, destravar o Bootloader e instalar o CyanogenMod no Zenfone 2

Por Pedro Cipoli
photo_camera BRUNO HYPOLITO / CANALTECH

Não podemos negar que o Zenfone 2 foi um dos melhores smartphones do ano, sendo um dos primeiros modelos com 4 GB de memória RAM, tela de altíssima qualidade, 32 GB de memória interna, enfim, uma lista para lá de respeitável. Isso com um preço compatível com as suas características, algo que se tornou uma raridade no mercado brasileiro, o que fez com que muitos usuários aceitassem de bom grado com os seus problemas, já que o seu alto custo-benefício não vem sem uma dose de comprometimento.

Um desses problemas, o que mais observamos tanto no Brasil quanto em sites internacionais, é a ZenUI. Não a interface, propriamente dita, mas a quantidade abusiva de apps pré-instalados, que chegou em um nível até perigoso desde o Zenfone 5, que já era um exagero. Aliás, não raro observamos o que no universo do PC seria chamado de Adware, aquelas mensagens anunciando um app para limpar o sistema, melhorar desempenho ou qualquer outra melhoria, que aparecem de forma não solicitada e causam um frio na espinha.

Como se trata de um “problema” de software, é possível consertá-lo instalando uma ROM customizada, e há uma boa quantidade de alternativas por aí. Optamos pelo CyanogenMod 12.1, baseado no Android 5.1.1 Lollipop, e montamos um tutorial completo de como instalá-lo no seu Zenfone 2 e exorcizar essa quantidade absurda (e completamente desnecessária) de apps inclusos que não podem ser desinstalados. Antes, porém, duas observações.

Obs. 1: Realizamos todas as etapas abaixo sem grandes problemas, mas acidentes de percurso podem ocorrer, de forma que não nos responsabilizamos por possíveis problemas que possam aparecer.

Obs. 2: As primeiras etapas já invalidam a garantia do seu Zenfone 2, algo que o usuário deve considerar antes de realizar esses procedimentos.

Posto isso, vamos às etapas!

Antes de começar

É importante fazer o backup de todos os arquivos que você considerar importante antes de começar, o que pode ser feito tanto via app (como o Titanium Backup), quanto manualmente, copiando seus arquivos para um PC. A instalação de uma nova ROM de forma limpa exige um Factory Reset, de forma que todos os arquivos serão deletados. Não é necessário formatar o cartão microSD (que recomendamos usar nesse processo).

Observamos que alguns usuários têm problemas em conectar o Zenfone 2 no PC como armazenamento de massa (o “modo pendrive”), muitas vezes exigindo a instalação do ASUS PC Suite (que não serve para absolutamente nada). Para esses usuários, recomendamos o uso do app MTP-Alternative USB Drive, disponível gratuitamente na Play Store, já que é necessário transferir 3 arquivos para o Zenfone. Quem usa cartões micro SD, basta transferir para ele e colocá-lo de volta no Zenfone 2.

Quando a instalação começar, é essencial ter bateria suficiente para terminar o processo (acreditem, não será nada legal o smartphone desligar no meio do processo), de forma que recomendamos que a bateria esteja pelo menos 70% carregada.

Parte 1: desbloquear o Bootloader

Interessantemente, a própria ASUS criou um app para desbloquear o Zenfone 2. Estranho? Reconhecimento da alta demanda de pessoas querendo se livrar dos bloatwares? Empoderamento do usuário? Bom, não importa, já que facilita bastante o processo (valeu, ASUS!).

Basta ir ao site (versão ZE551ML do Zenfone 2), selecionar o Android como sistema operacional, clicar na aba “Utilities”e fazer download do .apk. Depois é só transferi-lo para o Zenfone 2 e instalá-lo, lembrando que é necessário habilitar a instalação de apps fora da Play Store (Menu – Segurança – Fontes desconhecidas).

Parte 2: Root e Recovery

Essa etapa necessita de dois arquivos: o TWRP (uma das melhores opções, mas pode ser outra de sua preferência) e os drivers adb, necessário para estabelecer a comunicação entre o seu PC e o Zenfone 2. Extraia o primeiro arquivo (adb) e transfira o segundo para o seu cartão microSD no formato .img mesmo, sem extrair.

Antes de fazer qualquer coisa, é necessário ativar o modo de depuração do smartphone, dentro de Modo Desenvolvedor. Se ele não estiver no Menu, é necessário ativá-lo: entre no Sobre (dentro do Menu), Informações de software e clique 7 vezes no Build Number. Em seguida, volte à tela de Menu, entre em Modo Desenvolvedor e habilite a opção Depuração USB. Agora, com a recovery transferida e o Zenfone 2 conectado ao PC, desligue o smartphone.

Ligue-o novamente com o botão Power e o de aumentar volume pressionado. Quando o Zenfone 2 vibrar, solte somente o botão Power, em seguida soltando o botão de aumento de volume quando o robozinho verde do Android aparecer na tela (quase como ginástica), de forma a entrar no modo Recovery padrão do Zenfone 2. Agora deixe o smartphone de lado.

No PC, dentro da pasta que você extraiu os arquivos do abd, abra o CMD do Windows (botão direito do mouse) e digite “fastboot flash recovery recovery.img” (sem as aspas) e clique Enter. A instalação do TWRP terminará depois de alguns segundos, e seu Zenfone 2 reiniciará automaticamente, voltando para a tela do robozinho verde. Com os controle de volume, selecione Recovery Mode com o botão Power.

Se tudo deu certo, você verá o modo de recuperação do TWRP. Selecione “reboot” e vamos instalar o CyanogenMod!

Parte 3: CyanogenMod e GAPPS x86

A parte “difícil” já passou, em especial para quem é marinheiro de primeira viagem. Agora vem a parte, digamos, fácil, já que são três etapas bem algorítmicas, sem muita margem para erros. Para continuarmos, são necessários outros dois arquivos, que devem ser baixados e transferidos para o cartão micro SD no formato .zip.

A parte PC + smartphone acaba aqui. Depois de transferir, desconecte o smartphone e entre novamente no modo de recuperação (RECOVERY MODE), usando o mesmo procedimento descrito na parte 2.

Vamos começar limpo, do zero, de forma que a primeira etapa é, dentro do modo de Recuperação, selecionar Wipe data/Factory Reset (daí a importância do backup), que leva alguns minutos para terminar. Não formate o cartão microSD, pois você deletará o arquivo.

Agora vem a etapa de instalação do CyanogenMod. Selecione “Install zip from SD Card” e navegue para o local onde você transferiu os dois downloads acima. Aguarde alguns minutos até completar e repita a operação, instalando o GAPPS. Frisamos que é essencial instalar esses dois arquivos nessa ordem.

Agora é só resetar o smartphone e aproveitar o CyanogenMod! Nos próximos dias publicaremos um artigo detalhando a nossa experiência com o CM 12.1 no Zenfone 2, mostrando as vantagens e desvantagens de substituir a ROM padrão da ASUS (já adiantamos que, até o momento, temos pouquíssimas coisas para reclamar).

Extras

O procedimento acima pode ser modificado, dependendo da dependência do usuário. Por exemplo, há uma boa quantidade de Recoverys por aí, cada uma delas com suas vantagens e desvantagens, o mesmo para as ROMs. O CyanogenMod é a ROM mais famosa para Android, sendo uma das mais espartanas e limpas disponíveis, além de suportar um número maior de aparelhos suportados, mas o usuário pode pesquisar outras, que oferecem recursos diferentes.

É interessante observar que o suporte a smartphones com processadores Intel não pára de crescer, uma bela mudança em relação há alguns poucos anos. No caso, quem quiser mudar a ROM por outra compatível, deve atentar para o suporte x86 do GAPPS, além de compatibilizar a versão do GAPPS com a versão da ROM, já que há versões do GAPPS x86 baseadas na versão Android 6.0 Marshmallow, mas não encontramos uma ROM para essa versão para o Zenfone 2.

Leitura complementar: