Publicidade

Celulares Sony Xperia terão câmeras “anti-IA” em nome da autenticidade

Por| Editado por Wallace Moté | 27 de Novembro de 2023 às 12h09

Link copiado!

(Imagem: Divulgação/Sony)
(Imagem: Divulgação/Sony)
Tudo sobre Sony

Se grande parte das marcas procura implementar cada vez mais recursos de inteligência artificial (IA) em suas câmeras, a Sony deve ir para um caminho totalmente oposto. Afinal, é esperado que a empresa crie um sistema “anti-IA” nos seus principais aparelhos, para garantir a autenticidade dos conteúdos capturados por eles.

Trata-se de um tema bastante comentado na comunidade de tecnologia, já que as câmeras de celulares têm utilizado cada vez mais recursos de processamento posterior para aumentar a qualidade de fotos e vídeos — mesmo que isso atropele a naturalidade das capturas.

Continua após a publicidade

É possível citar o Magic Eraser do Google como um exemplo, em que o usuário pode remover completamente os elementos indesejados das fotos, e substituí-los por fundos criados artificialmente. Isso também é muito comentado no chamado "modo Lua" usado em celulares de marcas como Samsung, Huawei e Xiaomi, onde a inteligência artificial é usada para otimizar fotos tiradas do nosso satélite natural favorito — por vezes gerando imagens quase que completamente novas.

Quando levada ao extremo, a IA pode gerar imagens completamente artificiais por meio de ferramentas como o DALL-E, Midjourney e outras. Em alguns casos, o uso mal intencionado das plataformas pode levar à realização de crimes ou outras situações consideradas complicadas, incluindo questões que envolvem os direitos autorais de artistas reais.

Para evitar que a IA tome conta do mundo das fotos mobile, a Sony trabalha em conjunto com a Associated Press para criar um “certificado digital de autenticidade”. Ele seria atrelado a cada foto capturada com os aparelhos, incluindo metadados que seriam gravados automaticamente no chip do celular para garantir sua veracidade.

Continua após a publicidade

De acordo com o Diretor de Operações da Sony, Neal Manowitz, a rápida evolução da IA generativa levou a uma “preocupação crescente com o impacto de imagens alteradas ou manipuladas, mesmo que ofereça novas possibilidades de expressão criativa”.

Já para David Ake, diretor da divisão de fotografia da Associated Press, as imagens falsas “contribuem para a desinformação, além de minar a confiança do público em fotos reais”.

Os primeiros celulares a trazerem o sistema “anti-IA” devem fazer parte das linhas Xperia 1 VI e Xperia 5 VI, cujo lançamento deve ocorrer apenas em meados do ano que vem, provavelmente no final do primeiro trimestre ou início do segundo. Antes disso, a mesma tecnologia será implementada nas câmeras da Sony, incluindo a Alpha A7S III, A9 III e Alpha 1.

Fonte: Gizchina