Disney busca elenco e revela detalhes das séries Cavaleiro da Lua e Ms. Marvel

Por Claudio Yuge | 25 de Setembro de 2020 às 17h20
Marvel
Tudo sobre

Marvel

Saiba tudo sobre Marvel

Ver mais

Boas notícias para os fãs da Marvel: as séries anunciadas em 2019 na D23 Expo, evento bienal que mostra as novidades da Disney, finalmente estão em andamento. Além do anúncio oficial da escolha de Tatiana Maslany para viver a Mulher-Hulk, há novidades de bastidores que revelam detalhes sobre o elenco e informações interessantes de Ms. Marvel e Moon Knight. Todos esses projetos estão relacionados ao Disney+.

Em agosto do ano passado, quando o chefão do Marvel Studios, Kevin Feige, assumiu o controle das séries da Casa das Ideias no Disney+, as coisas mudaram. Todos os conteúdos exclusivos relacionados ao MCU passaram a integrar diretamente a cronologia dos filmes, o que não aconteceu com os heróis de rua da empresa na Netflix, Agentes da SHIELD na ABC ou as atrações do Hulu (Runaways, Manto e Adaga).

Mulher-Hulk já tem Tatiana Maslany escolhida para série no Disney+ (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

Então, assim como WandaVision, Loki, The Falcon and the Winter Soldier e What If…?, os títulos She-Hulk, Ms. Marvel, Hawkeye e Moon Knight passaram a ter uma grande importância para as próximas fases do MCU. Só que, mesmo antes da pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), não haviam informações sobre essas últimas, o que dava a entender que os projetos estavam com o cronograma atrasado.

Mas, eis que nos últimos meses vimos a confirmação extraoficial de Hailee Steinfeld como a Gaviã Arqueira Kate Bishop em Hawkeye, assim como Amber Finlayson, Katie Ellwood e Rhys Thomas na direção de vários episódios. Nas duas semanas passadas, foram anunciadas Tatiana Maslany como Jennifer Walters/Mulher-Hulk e a diretora Kat Coiro em She-Hulk. Agora, de segunda-feira (21) até esta sexta (25) surgiram mais dicas quentes de bastidores sobre Ms. Marvel e Moon Knight.

Busca por coadjuvantes importantes

Os burburinhos envolvendo Ms. Marvel e Moon Knight trazem interessantes informações sobre a busca de atores que vão fazer parte do elenco. Vale destacar que as fontes não eram lá muito confiáveis no passado, mas ultimamente têm acertado algumas apostas. Além disso, os boatos fazem sentido com a direção que o Marvel Studios vem indicando em seus anúncios oficiais.

A começar por Ms. Marvel, o Murphy’s Multiverse apontou um casting do Disney+ procurando por uma “jovem branca entre 16 e 20 anos” e uma “atriz negra entre 27 e 33 anos”. Embora essas descrições venham codificadas para evitar vazamentos, as especulações começaram e a exigência inicial estaria ligada à personagem Zoe Zimmer, que nos quadrinhos é uma garota popular no colégio. Ela é a primeira pessoa a ser salva por Kamala Khan e se torna amiga da protagonista. Posteriormente, Zimmer se assume lésbica e se torna um interessante ponto de contato “pé no chão” com o público.

Já a segunda descrição vai de encontro com Tyesha, que se apaixona por Aamir, irmão mais velho de Kamala. Ambos se casam e passam a fazer parte do cotidiano da jovem heroína inumana. Vale destacar que o núcleo indiano e a adição de personagens negros e gays combinam com os planos de maior representatividade, declarada abertamente por Feige no Marvel Studios.

Zoe Zimmer e Tyesha (Imagem: Divulgação/Disney+)

Para a direção dos episódios, foram confirmados Adil El Arbi e Bilall Fallah, além de Sharmeen Obaid-Chinoy e Meera Menon, que estão escalados para gravar capítulos adicionais. Contudo, ainda não há informações sobre quem seria a intérprete da protagonista Kamala Khan.

Moon Knight deve expandir cantinho “monstruoso” do MCU

Os rumores envolvendo o Cavaleiro da Lua vêm do site The Direct, que aponta Gabriel Macht (Homens de Terno) como o maior candidato para viver Mark Spector. Ele teria sido escolhido por parecer com o personagem, claro; mas também pela habilidade de interpretar alguém que possa se passar por um executivo bem-sucedido ou um andarilho esquizofrênico — facetas que o papel do instável herói exige.

Além dessa informação, os bastidores apontaram a busca por “um homem branco de 20 a 40 anos com o estereótipo de uma pessoa bonita e extrovertida; menos inteligente do que a média; carismática, e fluente em francês”. Essa descrição vai de encontro com Jean-Paul DuChamp, melhor amigo de Spector que já ajudou o Cavaleiro da Lua em suas missões. A diferença é que a versão dos quadrinhos não é assim “menos inteligente que a média”. Especula-se que ele seria um alívio cômico, pois o tom da série seria mais sombria do que estamos acostumados no MCU.

Uma segunda descrição conta com uma pessoa de “20 a 35 anos, de qualquer etnia e do sexo feminino; o papel é de uma pessoa manipuladora, uma agente de uma organização secreta; ela deve ser capaz de passar do comportamento frio e forte a caloroso e amigável em um piscar de olhos”. Isso bate com Marlene Alraune, que, além de ser um par romântico para Spector nas HQs, aliou-se diversas vezes com o Cavaleiro da Lua e DuChamp nas missões do herói.

Mark Spector e Marlene Alraune (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

A atração deve abordar a doença mental de Spector e expandir o cantinho “monstruoso” do MCU, com a presença de entidades místicas, demônios, vampiros, lobisomens e toda a sorte de criaturas. Isso teria um ponto de contato direto com a criação dos Filhos da Meia-Noite, grupo que lida com essas ameaças e que já teve formação com Doutor Estranho, Daimon Hellstrom (que vai estrear série no Hulu), Motoqueiro Fantasma, Justiceiro, Demolidor e Blade.

Como WandaVision e Doctor Strange in the Multiverse of Madness devem explorar esses aspectos — e Blade já foi confirmado no MCU —, é possível que tenhamos esse grupo se reunindo nas próximas fases. Para fortalecer esse boato, vale destacar que um novo projeto com o Motoqueiro Fantasma está na mira do Marvel Studios, e os direitos de uso dos heróis de rua da Marvel na Netflix (Demolidor, Luke Cage, Justiceiro, Jessica Jones, Luke Cage e Punho de Ferro) voltarão para a Disney em outubro. Some a isso Venom e Morbius, que pertencem à Sony mas estão se conectando ao universo compartilhado e combinam com essa pegada.

E como fica o calendário das séries?

Dito tudo isso, fica a pergunta: quando veremos essas atrações no Disney+? Bem, a partir de tudo o que vimos nos últimos meses, o calendário das séries fica como você pode ver abaixo.

  • Helstrom: 16 de outubro
  • WandaVision: sem data oficial, mas ainda em 2020
  • The Falcon and the Winter Soldier: saiu de agosto/setembro deste ano para algum momento de 2021
  • Loki: março ou abril de 2021
  • What… If?: junho ou julho de 2021
  • Hawkeye: setembro ou outubro de 2021
  • M.O.D.O.K: sem previsão
  • Moon Knight: sem previsão
  • Ms. Marvel: sem previsão
  • She-Hulk: sem previsão
  • Silk: sem previsão

Lembrando que Helstrom, produzida no Hulu; e Silk, pela Sony Pictures Television, não devem ter a mesma conexão direta com o MCU. Entretanto, são atrações consideradas parte do universo compartilhado.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.