SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Qual a diferença entre cansaço, estafa, desânimo, sono e preguiça?

Por| Editado por Luciana Zaramela | 11 de Novembro de 2023 às 10h00

Link copiado!

 Miikka Luotio/Unsplash
Miikka Luotio/Unsplash

Qual a diferença entre cansaço, estafa, desânimo, sono e preguiça? Todas essas condições afetam a disposição e a capacidade de realizar tarefas, e muitas vezes resultam em uma diminuição da produtividade. No entanto, cada uma possui suas particularidades.

Cada um desses estados pode ser influenciado por condições de saúde como estresse crônico, distúrbios do sono, depressão, ansiedade ou outros problemas médicos. Nesses casos, o alívio acontece com o repouso apropriado, através do descanso físico ou mental, sono adequado ou mesmo medidas de autotrato e autocuidado.

Outra semelhança é que, quando prolongados ou crônicos, esses estados podem impactar negativamente a qualidade de vida e o bem-estar geral de uma pessoa.

Continua após a publicidade

Mas é necessário entender que podem coexistir, ou seja: não ocorrem de forma isolada. A estafa pode resultar em cansaço, desânimo e falta de motivação. A falta de sono adequado pode levar à fadiga e preguiça, e por aí vai. Dito isso, entenda do que se trata cada uma dessas condições:

O que é cansaço

O cansaço costum ser causado por um esforço físico ou mental intenso. A pessoa se sente fisicamente e mentalmente exausta, com uma sensação de esgotamento. Geralmente, pode ser aliviado com descanso adequado, permitindo que o corpo e a mente se recuperem. Esse estado pode ser considerado como uma resposta normal do corpo a esforços.

O que é estafa

Continua após a publicidade

Por sua vez, a estafa é um nível mais avançado de cansaço, muitas vezes referindo-se a um esgotamento mais profundo. Estafa pode ser causada por um excesso prolongado de trabalho, estresse crônico ou sobrecarga emocional, e ainda pode exigir mais tempo para se recuperar em comparação com o cansaço comum.

Quando alguém está com estafa, a sensação é de esgotamento profundo, acompanhada de uma perda significativa de energia e motivação. Pessoas estafadas podem ter dificuldades de concentração e podem apresentar sintomas de ansiedade e depressão.

O que é desânimo

Já o desânimo se caracteriza pela falta de motivação e energia para realizar tarefas, e tem relação direta com fatores emocionais, como depressão, ansiedade, estresse prolongado ou desesperança. A pessoa desanimada se sente desmotivada, apática e sem entusiasmo.

Continua após a publicidade

Essas pessoas também tendem a evitar tarefas ou desafios, e ainda apresentam sobrecarga mesmo com tarefas simples. Superar o desânimo frequentemente requer abordagens psicológicas, como apoio emocional, terapia, mudanças no estilo de vida e, em alguns casos, até medicação sob a orientação de um profissional de saúde mental.

O que é sono

Enquanto isso, o sono é um estado natural e cíclico de descanso do corpo e da mente, caracterizado por uma diminuição da atividade consciente e da resposta aos estímulos do ambiente. Passa por diferentes estágios, incluindo o sono REM (movimento rápido dos olhos) e o sono não-REM.

Continua após a publicidade

O sono desempenha um papel fundamental na manutenção da saúde, no funcionamento cognitivo, no equilíbrio emocional e na regeneração do corpo. Anteriormente, estudos já revelaram por que sonhamos quando dormimos e trouxeram à tona mitos e verdades sobre o sono.

O que é preguiça

A preguiça também é um estado emocional que se caracteriza pela falta de vontade de fazer algo, muitas vezes devido a uma resistência a realizar tarefas que exigem esforço.

A pessoa se sente desinteressada e prefere descansar ou fazer algo mais fácil e menos trabalhoso. Superar a preguiça frequentemente requer autodisciplina, estabelecimento de metas e motivação.

Continua após a publicidade

Diferença entre cansaço, estafa, desânimo, sono e preguiça

Então, para resumir a diferença entre cansaço, estafa, desânimo, sono e preguiça: enquanto o cansaço refere-se à fadiga física ou mental após esforço, a estafa é um nível avançado de exaustão devido ao excesso prolongado de trabalho ou estresse, o desânimo é a falta de motivação e energia e sono é um estado fisiológico de descanso. Por fim, a preguiça é a falta de vontade de fazer algo.

Fonte: The Guardian, Medical News Today, NHS