Publicidade

Produtos químicos eternos aceleram progressão do câncer colorretal

Por| Editado por Luciana Zaramela | 18 de Dezembro de 2023 às 12h48

Link copiado!

National Cancer Institute/Unsplash
National Cancer Institute/Unsplash

Os temidos produtos químicos eternos podem acelerar a progressão do câncer. Foi isso o que concluiu uma equipe de pesquisadores da Yale University, após analisar a exposição de células cancerígenas colorretais a essas substâncias. As descobertas foram publicadas na revista Environmental Science & Technology.

O estudo revelou que os bombeiros — que costumam ter níveis mais elevados de químicos eternos no sangue do que a população em geral devido à sua exposição frequente a combate a incêndios, já que os produtos utilizados para retardar as chamas contêm essas substâncias — têm maior probabilidade de desenvolver e morrer de câncer colorretal.

Na nova pesquisa, os autores destacam um papel potencial desses produtos químicos na disseminação do câncer (metástase) em organismos vivos. Ainda não há provas de uma relação direta com a metástase em si, mas essas substâncias aumentaram a motilidade, uma característica importante da metástase.

Continua após a publicidade

Para estudar como esses produtos afetam o câncer colorretal, os pesquisadores usaram células cancerígenas cultivadas em laboratório e mediram os níveis de metabólitos, milhares de pequenas moléculas como aminoácidos, lipídios e proteínas.

Quando expostas, as células apresentaram maior movimento e maior tendência de disseminação. A exposição aos químicos eternos também alterou vários metabólitos cruciais para a função celular, como aminoácidos e ácidos graxos, bem como proteínas sinalizadoras associadas à metástase.

Químicos eternos e câncer

Mas essa não é a primeira vez que a ciência destaca uma possível relação entre esse material e o câncer. Uma pesquisa conduzida por cientistas da Universidade da Califórnia apontou que produtos químicos eternos aumentam risco de câncer de fígado. Na ocasião, o grupo encontrou ligações entre o sintétito sulfonato de perfluorooctano (PFOS) e o carcinoma hepatocelular não viral.

Continua após a publicidade

Os produtos químicos eternos fazem parte do nosso cotidiano: a indústria usa em produtos que vão desde embalagens de fast-food até panelas antiaderentes e roupas impermeáveis. As substâncias são chamadas assim porque resistem muito bem à deterioração. Estão presentes em combustível para jatos e espuma anti-incêndio, até panelas antiaderentes e roupas impermeáveis.

Fonte: Environmental Science & Technology