Primeiro lote da vacina da Pfizer/BioNTech deve chegar no Brasil em 29 de abril

Primeiro lote da vacina da Pfizer/BioNTech deve chegar no Brasil em 29 de abril

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 16 de Abril de 2021 às 17h05
Maksim Goncharenok/ Pexels

Para ampliar a vacinação contra o novo coronavírus (SARS-CoV-2) no Brasil, o Ministério da Saúde espera receber o primeiro lote com doses da vacina da Pfizer/BioNTech no dia 29 deste mês. De acordo com informações da GloboNews, esta primeira remessa contará com 1 milhão de doses do imunizante contra a COVID-19.

Posteriormente, um segundo envio com mais 1 milhão de doses será feito para o país pela farmacêutica norte-americana Pfizer, conforme contrato assinado com o governo Federal. O lote do imunizante sairá da de uma das fábricas da Europa, provavelmente da Bélgica. Vale lembrar que, por aqui, a fórmula já recebeu autorização definitiva de uso da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em fevereiro.

Brasil deve receber  1 milhão de doses da vacina da Pfizer/BioNTech no dia 29 de abril (Imagem: Reprodução/Erika8213/Envato)

No dia 29 de abril, a expectativa é que o governo Federal organize um evento para o recebimento do primeiro lote de vacinas de mRNA (RNA mensageiro) que o país receberá na pandemia da COVID-19. A previsão é que o avião desembarque no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, interior do estado de São Paulo. 

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Vacinas da Pfizer/BioNTech no Brasil

Além das 2 milhões de doses que foram adiantadas para o país pela farmacêutica, o Ministério da Saúde ainda prevê a entrega total de 15,5 milhões de doses do imunizante contra a COVID-19 até junho. Isso porque, no mês de março, foi assinado um contrato para a aquisição de 100 milhões de doses, conforme anunciado na época. No entanto, esta quantidade pode ser entregue até o final de 2021. 

Anteriormente, o Itamaraty previa que o país receberia as primeiras 842 mil doses da vacina da Pfizer/BioNTech apenas em junho, a partir da iniciativa COVAX Facility, liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). É importante ressaltar que a entrega do programa para o acesso igualitário de imunizantes contra o coronavírus ainda está mantida e deve somar as outras doses que o governo Federal conseguir adiantar para o Brasil.

Quanto a eficácia da vacina da Pfizer/BioNTech, estudo israelense observou 94% de eficácia contra casos sintomáticos da infecção pelo coronavírus. O estudo foi realizado pela seguradora israelense Clalit e envolveu 1,2 milhão de pessoas, sendo que 600 mil haviam recebido as duas doses do imunizante.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.