Mais de 100 milhões de pessoas estão com o esquema vacinal completo no Brasil

Mais de 100 milhões de pessoas estão com o esquema vacinal completo no Brasil

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 14 de Outubro de 2021 às 16h20
Dante Doria/ Pixabay

Na quarta-feira (13), mais de 100 milhões de brasileiros já estavam com o esquema vacinal completo — com duas doses ou um imunizante de dose única — contra a covid-19. A marca do Ministério da Saúde aponta para o sucesso da imunização contra o coronavírus SARS-CoV-2. No momento, o país conta com 47% da população totalmente vacinada. 

No total, foram aplicadas 249,7 milhões de doses na população, sendo que 149,7 milhões receberam a primeira dose, e 100 milhões tiveram a aplicação das duas doses ou dose única. Além disso, 2,3 milhões de doses de reforço foram aplicadas nos grupos prioritários da vacinação contra a covid-19.

Mais de 100 milhões de brasileiros estão com o esquema vacinal completo (Imagem: Reprodução/Erika8213/Envato Elements)

De acordo com os dados coletados pelo Consórcio de Veículos de Imprensa, os cinco estados que lideram a vacinação completa no país são: São Paulo, com 61,6%; Mato Groso do Sul, com 60,5%; Rio Grande do Sul, com 53,30%; Paraná, com 50,2%; e Espírito Santo, com 48%.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Para alcançar esses indicadores de imunização, o país adota quatro vacinas contra a covid-19: a Covishield (AstraZeneca/Oxford/Fiocruz); a CoronaVac (Sinovac/Butatan); a ComiRNAty (Pfizer/BioNTech); e a fórmula da Janssen (Johnson & Johnson).

Meta é alcançar os 75%

Os indicativos de vacinação contra a covid-19 são bastante positivos em todo o país, no entanto, ainda há circulação do agente infeccioso pelo país. De acordo com levantamento do Imperial College de Londres, a taxa de transmissão — também conhecido como Rt ou taxa R — está em 0,6. Este é o menor número já registrado no Brasil desde a chegada do vírus.

No entanto, medidas de prevenção devem ser respeitadas por todos, incluindo os que receberam as duas doses ou o imunizante de dose única, enquanto os números da doença caem. Isso significa que se deve evitar aglomerações, manter o distanciamento social, adotar o uso de máscaras e de álcool em gel, por exemplo. 

Por outro lado, já foi verificado que as vacinas, quando aplicadas de forma massiva, podem representar a queda no número de hospitalizações e controle da doença. O estudo do Instituto Butantan, em Serrana, no interior de São Paulo, apontou para a necessidade de se imunizar pelo menos 75% da população para cortar a transmissão do coronavírus. Na cidade do interior de São Paulo, a vacina CoronaVac foi usada em praticamente toda a população adulta e as mortes caíram em 95%. 

Brasil e a vacinação contra a covid no mundo

Brasil é o 62ª país no ranking global da vacinação contra a covid-19 (Imagem: Reprodução/Universidade Johns Hopkins)

No cenário internacional, o Brasil ocupa a 62ª posição no ranking de países na vacinação contra a covid-19 em relação à população de cada nação. É o que aponta o levantamento da Universidade Johns Hopkins, com sede nos Estados Unidos. No entanto, o país está acima da média mundial, calculada em cerca de 35%.

Se for considerado apenas os números absolutos da vacinação, o Brasil está na quarta posição como país com mais pessoas com o ciclo vacinal completo, atrás dos Estados Unidos (187,7 milhões), da Índia (272,6 milhões) e da China (1,047 bilhão).

Fonte: Agência Brasil, G1 Universidade Johns Hopkins

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.