Brasil atinge menor taxa histórica de transmissão da covid, diz Imperial College

Brasil atinge menor taxa histórica de transmissão da covid, diz Imperial College

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 13 de Outubro de 2021 às 11h35
Ckstockphoto/Envato Elements

Com mais de 600 mil óbitos registrados em decorrência do coronavírus SARS-CoV-2, a covid-19 perde força, de forma consistente, no Brasil. Desde quando começou a ser medida em abril do ano passado, a taxa de transmissão — também conhecido como Rt ou taxa R — chegou ao menor número já registrado no país. É o que aponta o mais recente levantamento do Imperial College de Londres, divulgado na segunda-feira (11).

No Brasil, a taxa de transmissão da covid-19 é calculada em 0,60. Este cálculo considera a média das estimativas de mortes na comparação das duas últimas semanas e é um importante indicador da situação da epidemia. Quando é menor que 1, a taxa aponta para um cenário de controle da doença.

Brasil atinge menor taxa histórica de transmissão da covid-19 (Imagem: Reprodução/ Imperial College de Londres)

Vale observar que, de acordo com o Consórcio Nacional de Veículos da Imprensa, 46,8% da população brasileira está totalmente imunizada contra a covid-19. A porcentagem equivale a 99,9 milhões de pessoas com o esquema vacinal completo —  duas doses ou imunizante de dose única. Além disso, a dose de reforço foi aplicada em mais de 2,4 milhões de pessoas.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Taxa de transmissão menor que 1

De maneira geral, quando a taxa de transmissão é superior a 1, cada infectado transmite a infecção para mais de uma pessoa e a covid-19 avança. Afinal, cada 100 pacientes contaminados devem transmitir o coronavírus para outras 100 pessoas saudáveis, ou seja, não existe queda, apenas manutenção dos índices. 

Agora, com a taxa em 0,6, cada 100 pacientes transmitem a covid-19 para 60 pessoas saudáveis e a percepção é de que a doença tende a ser controlada, já que o número de novos casos começa a cair, de forma significativa. Pela margem de erro das estatísticas calculadas, essa taxa pode ser maior (0,79) ou menor (0,24). Em ambos os cenários, há o declínio da covid-19 no Brasil.

O levantamento do Imperial College de Londres ainda estima que o Brasil deve registrar cerca de 1.600 mortes nesta semana —  podendo variar de 942 a 1.820. Este número já é menor que o registrado na semana passada, de 1.636 óbitos.

Fonte: Imperial College de Londres e G1   

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.