Apple fatura US$ 84 bi no trimestre graças a vendas sólidas de iPhones

Apple fatura US$ 84 bi no trimestre graças a vendas sólidas de iPhones

Por Roseli Andrion | Editado por Claudio Yuge | 27 de Julho de 2021 às 22h20
Zhang Kaiyv/Pexels

Com crescimento em todas as linhas de produtos — até mesmo no segmento de serviços —, a Apple obteve uma receita de US$ 84,1 bilhões (cerca de R$ 434 bilhões) em seu terceiro trimestre fiscal de 2021, contado de 1º de abril a 26 de junho. Isso representa um crescimento de 36% em relação ao ano anterior, o que levou a um recorde para o trimestre.

Segundo Tim Cook, CEO da Apple, os resultados são reflexo da construção de inovação em forma de novos produtos. "O uso da tecnologia para conectar as pessoas nunca foi tão importante", diz. "Vamos continuar a aplicar nossos valores em tudo o que fazemos. Queremos inspirar uma nova geração de desenvolvedores a aprender a programar, nos movimentar em direção a nossa meta de 2030 para o meio ambiente e construir um futuro mais igual."

Luca Maestri, CFO da companhia, diz que todas as categorias de produto tiveram crescimento de dois dígitos e que foi registrado um novo recorde de base instalada ativa de dispositivos. "Nossos acionistas receberam perto de US$ 29 bilhões (perto de R$ 150 bilhões) de retorno no trimestre”, aponta. “Continuamos a fazer investimentos significativos na companhia para apoiar nossos planos de longo prazo."

Imagem: Divulgação/Apple

As vendas de iPhones no período contribuíram com US$ 39,6 bilhões (R$ 204,3 bilhões) contra os US$ 26,4 bilhões (pouco mais de R$ 136 bilhões) do terceiro trimestre fiscal de 2020. Macs, iPads, vestíveis e serviços também tiveram resultados superiores aos do ano passado.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O ganho por ação diluída no trimestre foi de US$ 1,30 (R$ 6,71). Cada ação ordinária teve dividendo de US$ 0,22 (R$ 1,14), que será pago em 12 de agosto a acionistas registrados no fechamendo dos negócios em 9 de agosto.

Fonte: iMore

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.