Alphabet, dona do Google, fecha 2º trimestre com faturamento de US$ 61,9 bilhões

Alphabet, dona do Google, fecha 2º trimestre com faturamento de US$ 61,9 bilhões

Por Claudio Yuge | 27 de Julho de 2021 às 21h10
Pixabay

A Alphabet, empresa-mãe do Google, já vem acumulando ganhos expressivos desde o início deste ano e, na divulgação dos resultados do segundo trimestre, nesta terça-feira (27), o conglomerado apresentou um faturamento de nada menos do que incríveis US$ 61,9 bilhões — um salto de 62% em relação ao mesmo período do ano passado, quando a receita caiu por conta das consequências do início da pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2).

No balanço do primeiro trimestre, a Alphabet já havia contabilizado receita de US$ 55,3 bilhões, provando que deixou mesmo para trás a crise dos primeiros meses da pandemia, em 2020. E, segundo os relatórios apresentados nesta terça, os lucros líquidos entre abril e junho deste ano chegaram aos US$ 18,5 bilhões — na temporada passada, o total foi de US$ 7 bilhões no mesmo período, com alta de 166,2%. O ganho por ação chegou a US$ 27,26, bem acima dos US$ 19,34 esperados pelos economistas da firma britânica de consultoria financeira Refinitiv.

E de onde veio toda essa grana? A maior parte continua vindo de serviços e produtos relacionados a publicidade e pesquisa, especialmente em um momento em que varejistas usam bastante as buscas do Google para impulsionar suas vendas online.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Outras frentes rentáveis

O CEO Sundar Pichai disse em um comunicado que "uma onda crescente de atividade online em muitas partes do mundo" e "investimentos de longo prazo em inteligência artificial (IA) e Google Cloud" ajudaram a impulsionar os resultados. Ele destacou os desenvolvimentos recentes em IA em todo o portfólio do Google, incluindo o próximo Android 12; a atualização da tecnologia de conversação LaMDA; e o Google Cloud, detalhando projetos de soluções de segurança e espaço de trabalho, incluindo o novo Smart Canvas, exibido no evento para desenvolvedores Google I/O.

Além disso, Pichai falou elogiou o YouTube Shorts (recurso semelhante ao TikTok), que superou um novo recorde ao ultrapassar 15 bilhões de visualizações diárias. As assinaturas do YouTube Premium e YouTube Music tiveram uma ligeira alta no trimestre, enquanto a Waymo, subsidiária de veículos autônomos, começa também a gerar resultados. Já a seção de hardware não participou muito do faturamento, pois os telefones da companhia, os Pixel, que representam grande parte desse setor na empresa, são lançados somente nos próximos trimestres.

Fonte: Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.